Santa Clara dá férias ao plantel para os jogadores "recarregarem baterias"

Até 20 de abril

• Foto: Nuno Gomes

Os jogadores do Santa Clara estão de férias até 20 de abril para "recarregarem baterias junto das famílias", numa altura em que a I Liga de futebol está suspensa devido à covid-19, disse hoje o administrador da SAD.

"Sentimos que, nesta fase, era importante os atletas recarregarem baterias junto das famílias para estarem mais aptos para quando for autorizado o regresso aos treinos", avançou à agência Lusa Diogo Boa Alma, administrador da SAD.

Segundo a formação açoriana, a pausa, que teve início no passado domingo, servirá para trazer "equilíbrio mental e físico" aos atletas, uma vez que a maioria das famílias dos jogadores se encontra na região.

Para Boa Alma, além da "questão mental", a justificação para as férias deve-se ao cansaço sentido pelos atletas devido à "forte carga física" dos treinos em casa.

"Nós temos tentado manter todas as rotinas que eram normais até ao surgimento desta pandemia", explicou o também diretor desportivo do clube.

Até às férias, num dia de treino em casa, os jogadores do Santa Clara tomavam o pequeno almoço à hora "que faziam habitualmente" antes da pandemia e respondiam a um questionário da equipa técnica sobre a "qualidade do descanso e do sono".

Seguia-se um "treino em conjunto" através de uma plataforma que permite "monitorizar e ministrar o treino" e possibilita o "contacto virtual" entre os jogadores, o que fomenta o "espírito de grupo", assinala Boa Alma.

No final do dia, os jogadores responderiam a outro questionário para saber como se sentiram "durante e após o treino".

Diogo Boa Alma mostrou-se ainda confiante que será possível "disputar as jornadas que faltam" da 1ª Liga de futebol até ao "final de julho", um cenário que traria "inúmeras vantagens" desportivas e financeiras.

"Desportivamente, será obviamente a decisão mais justa e a que não acarreta dificuldade na definição dos representantes nacionais nas provas europeias, e também no que toca a subidas e descidas", aponta Boa Alma.

O dirigente do clube insular refere que o retomar das competições iria impedir um "impacto negativo" nas finanças dos clubes, mas frisa que será necessário "aguardar" pela decisão das "entidades competentes".

"Na parte financeira, minimiza, e muito, o impacto negativo nas contas dos clubes e nas repercussões em todos os trabalhadores. Ainda assim, sabemos que os campeonatos só vão regressar se obtivermos um parecer positivo por parte das entidades competentes", releva.

Em 12 de março, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional deliberou a suspensão do principal campeonato português devido à pandemia da covid-19, à semelhança do que aconteceu em outras ligas europeias e nas diferentes modalidades.

Até à suspensão da competição, o Santa Clara encontrava-se em nono lugar com 30 pontos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já provocou mais de 114 mil mortos e infetou mais de 1,8 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Dos casos de infeção, quase 400 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registam-se 535 mortos e 16.934 casos de infeção confirmados. Dos infetados, 1.187 estão internados, 188 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 277 doentes que já recuperaram.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Santa Clara

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.