Ukra: «Nem todos podemos ser o Bruno Fernandes, Bernardo Silva, Falcão ou Hulk»

Extremo do Santa Clara recorda tempos em que vestiu camisola do FC Porto

• Foto: Nuno Gomes

O Santa Clara recebe o FC Porto amanhã (18 horas) em jogo da 8.ª jornada da Liga NOS. Ukra, extremo do clube açoriano, não esquece a 'dívida' que tem com os dragões e considera o encontro de sábado "especial".

"Costumo sempre dizer que muito do que sou hoje devo-o ao FC Porto, pela minha formação como jogador e como homem. (...) Passei momentos muito bons, fui para o Porto com 13 anos", afirmou à Rádio Renascença, recordando também o ano em que esteve às ordens de André Villas-Boas. "Foi um ano especial, vencemos todas as provas. Um ano mais de aprendizagem para mim, não joguei tanto devido à qualidade do plantel, mas fez-me crescer. Trabalhar todos os dias com jogadores de grande qualidade faz-nos evoluir".

E concluiu, assumindo que, em, virtude da qualidade das opções que havia para a sua posição seria difícil ter mais oportunidades no FC Porto. "Havia Hulk, Cristian Rodríguez, Varela e James. Iria ser difícil impor-me, se tivesse sido ano anterior, em que o FC Porto ficou em terceiro, poderia ter tido mais oportunidades. Foi um ano de aprendizagem, não joguei, mas sentia-me feliz e valorizado. Nem todos podemos ser o Bruno Fernandes, Bernardo Silva, Falcão ou Hulk".

Ukra: O homem mais animado da Liga fez-nos uma visita

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Santa Clara

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.