Abel Ferreira: «Jogo de importância vital»

Não facilita e só pensa em garantir a Final Four em casa. Uma mexida nos convocados

• Foto: Simão Filho

Abel Ferreira reforça um "jogo de importância vital", colocando todo o foco na receção desta noite ao Nacional, na 2ª jornada da fase de grupos da Allianz Cup.

"Sabemos dos objetivos que traçámos, queremos muito estar aqui, na final four, mas é preciso passar aos atos", destacou o treinador dos arsenalistas, completando a ideia: "Temos de estar alerta, respeitar o adversário que nos fez dois golos no jogo do campeonato. É uma equipa bem organizada, sai rápido para o contra-ataque. O foco é permanente e temos de encarar este jogo com a intenção de vencer do primeiro ao último segundo. Espero que o público nos ajude, porque tem sido uma peça importante."

O técnico não facilita e comprovou isso na lista dos convocados, promovendo apenas uma alteração em relação aos 19 que chamou para o dérbi do Minho. Saiu Luther Singh e entrou Murilo. "As alterações que fizer é por opção e não por desgaste físico. Às vezes tenho de tirar um jogador que esteve bem devido à própria estratégia. Há um plano de jogo para cada adversário. As alterações, que não serão muitas, terão que ver com o lado estratégico", avisou.

O facto de poder atingir esta noite uma marca histórica no clube, superando o melhor arranque de sempre de 12 jogos sem perder de Jesualdo Ferreira em 2005/06, também não tira o sono a Abel Ferreira. "Não sou grande leitor assíduo de jornais. Interessa-me, sim, o nosso adversário e o que temos de fazer diariamente. Termos a consciência de que só estando nos limites, rigorosos, podemos vencer. Ganhar consecutivamente dá muito trabalho, requer muito foco e é desgastante", dissecou aquele que estava no plantel de 2005/06.

Abel Ferreira, de resto, não se acha "totalmente favorito" para esta noite, em função da crise de resultados que o Nacional atravessa. "Gostei de ouvir o que o presidente do Nacional disse, porque deu crédito e credibilidade a um treinador campeão", destacou sobre isso, concluindo: "Temos a mania de colocar a competência em causa. Vamos apanhar um adversário que vai querer dar uma resposta, que tem feito bons resultados fora de casa, que é perigoso nas transições. O Nacional merece o nosso respeito."

Por José Mário
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.