Abel Ferreira: «Os campeões não são os que levantam as taças, são os que não desistem e vão à luta»

Treinador comenta vitória frente ao Tondela por 3-0

• Foto: Lusa

Abel Ferreira sublinhou a resposta dada pela equipa aos anteriores resultados e considerou a vitória frente ao Tondela por 3-0 como justa.

"Estes jogadores têm caráter. Conheço-os como a palma da minha mão. O que fizemos era o que estava à espera. Tínhamos que dar uma resposta. Temos uma ideia vincada, muito nossa, de equipa grande. Pena só termos conseguido três golos, mas foi um jogo bem conseguido", começou por dizer, deixando elogios à equipa e à caminhada que tem sido feita.

"Se vocês repararem, ao longo desta época, fomos consistentes. No meio aparece a Allianz Cup, a Taça de Portugal, mas é preciso vincar que é preciso lá estar, participar, para ganhar. Fomos à meia-final da Allianz Cup e da Taça de Portugal, mas é preciso chegar, trabalhar para lá chegar. Chegámos, queríamos mais, mas não jogamos sozinhos. Sabemos o que queremos, para onde temos de caminhar. Os campeões não são os que levantam as taças, são os que não desistem e vão à luta. Temos aqui uma grande equipa com campeões do trabalho, da superação e da ambição."

Questionado sobre a reação de Ricardo Horta à saída, Abel desvalorizou. "Os jogadores querem sempre jogar. O Ricardo é um jogador que quer jogar, mas eu não tenho projeto para nenhum jogador em especial, tenho projetos para a equipa. E nós estávamos a precisar de reforçar o meio-campo. As substituições foram para reforçar com um médio. Mas, no fundo, a competitividade é esta, todos sabem que a concorrência é apertada. O Fransérgio respondeu como queríamos. Reitero que não estou aqui para projetos de jogadores, mas para o projeto da equipa. Não há que enganar, eles sabem quais são os critérios de escolha."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas