Abel: «Temos de estar focados e, todos juntos, pôr em prática o nosso plano»

Treinador minhoto na antevisão do jogo frente ao Belenenses

• Foto: Lusa

Abel Ferreira, treinador do Sp. Braga, fez este sábado a antevisão do jogo frente ao Belenenses, disputado domingo no Restelo, referente à 32.ª jornada da Liga NOS.

Belenenses

Espero um grande espetáculo, entre duas equipas com abordagens diferentes ao jogo, mas com identidades próprias. O adversário utiliza mais um elemento na sua linha mais recuada, constrói com três homens, tem dinâmicas interessantes, que sabe o que faz e é bem orientada. É um contexto que se vai tornar num grande desafio, mais uma oportunidade na casa de um adversário que criou grandes dificuldades aos grandes. Mas temos de estar focados nas nossas tarefas e, todos juntos, pôr em prática o nosso plano, respeitando sempre o adversário. Mas, como sempre, jogar para vencer, jogar pelos três pontos.

Basta um empate para a história (72 pontos): isso pode condicionar a forma de jogar?
Muito honestamente, o foco é ser melhores a cada treino, a cada dia, a cada jogo. Esse é o grande objetivo para sermos melhores a cada dia e, claro, os jogos são a nossa avaliação e evolução.

Alguma vez a candidatura ao título foi tema no balneário?
Fazemos o nosso trabalho e os objetivos estão bem definidos desde o começo da época. É engraçado colocarem-me essa questão a dizer se somos candidatos e depois a imprensa não nos dá o devido valor ou respeito. Quando competirmos todos com os mesmos recursos serei o primeiro a dizer… corremos por fora. Há é ambição e desde o primeiro dia. Vamos lutar pelos 4 primeiros lugares, mas não sei se vamos ficar em 1.º, 2.º, 3.º ou 4.º. Acho é curioso que me façam perguntas sobre uma candidatura ao título e vocês tiram-nos esse mesmo reconhecimento. O que vamos continuar a fazer é o que temos feito até agora, olhando sempre para dentro e a ser melhores. Queremos tornar esta família braguista mais forte e mais feliz.

Um ano de Abel no Braga: qual o jogo que mais o marcou e porquê?
Por incrível que pareça os jogos que mais marcaram foram duas derrotas: em Setúbal, na Taça da Liga, e Marselha [Liga Europa]. Foram duas grandes lições, duas grandes experiências e duas oportunidades de crescermos. Foram dois momentos de grande aprendizagem. Este é o meu primeiro ano de treinador de futebol numa equipa principal, aprendo todos os dias e a minha curiosidade é insaciável. Gosto de questionar os jogadores e é com eles que mais aprendo. Entendo muito o lado deles, porque também fui jogador, e a minha função é ter uma ideia [de jogo] em que eles se revejam nela, que se sintam valorizados, mas também que essa ideia acarreta riscos. Foi um ano de experiência e que tem corrido bem. Criámos uma identidade, temos uma filosofia de jogo, criámos uma harmonia e temos a ambição de fazer mais e melhor.

Imaginava, no começo da época, estar nesta altura com possibilidades de lutar pelo título?
Tenho que ser humilde ao ponto de vos dizer que não. Chegar no início e prometer algo… eu não prometo nada. O que posso prometer é que darei o melhor de mim. Fui assim enquanto jogador e darei o melhor de mim a cada dia que passa. E, em conjunto, atingir os objetivos que assumimos. Fizemos uma reestruturação muito grande de jogadores, saíram referências importantes, como Alan ou Rui Fonte, e estamos a criar outras referências para fazer mais e melhor.

E haverá um deslumbramento por parte de Abel?
As vitórias trazem-nos sempre mais responsabilidade, mais exigência, mais concentração, mais dedicação, mais foco e temos que ter sempre presente uma coisa: o que é que nos trouxe até aqui? E aquilo que nos trouxe até aqui é o que vai continuar a levar-nos. Temos de estar focados no que podemos controlar, no trabalho. O futuro, esse, será aquele que tiver que ser. A cada vitória a exigência é redobrada, a fasquia vai subindo.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0