António Salvador justifica contratação de Cosme Machado

Presidente bracarense fala em transparência e lealdade

• Foto: Paulo Henriques

A contratação do ex-árbitro Cosme Machado pelo Sporting de Braga foi hoje justificada como um ato de "transparência e lealdade" pelo presidente da SAD 'arsenalista', António Salvador.

"O Sporting Clube de Braga foi o primeiro clube, se calhar em seu próprio prejuízo, a oficializar a contratação de um ex-árbitro para os seus quadros. Gostaria que todos tivessem a transparência e lealdade que o Sporting de Braga teve para dizer que contratámos esta pessoa, está nos nossos quadros e é assalariado mensalmente para formar os nossos jogadores a lidar com a arbitragem", disse Salvador em Fátima, no final de uma reunião entre os clubes da Liga e o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol.

Cosme Machado foi anunciado no final de 2017 como conselheiro do clube para o setor da arbitragem. No final da época passada tinha sido despromovido da primeira categoria e abandonou a arbitragem para aceitar o convite do Sporting de Braga, onde apoia o futebol profissional e a formação.

Segundo António Salvador, o clube minhoto agiu "ao contrário de outros", que "têm pessoas a dar assistência e conselhos na arbitragem, encapotados e sem dizer que os contrataram e, ao mesmo tempo, são comentadores das televisões".

"Sabe-se lá como muitas vezes esse serviço será pago", concluiu.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.