António Salvador: «O futebol tem uma importância social tantas vezes adulterada»

Líder do Sp. Braga agradeceu ação de apoio do plantel, equipa técnica e parceiros na doação feita ao Hospital de Braga

• Foto: Luís Vieira

António Salvador, presidente do Sp. Braga, elogiou a campanha levada a cabo pelo clube, que doou 10 ventiladores e milhares e máscaras e ainda fatos de proteção ao Hospital de Braga, unidade que está na linha da frente no combate ao coronavírus.

O líder dos minhotos enalteceu e agradeceu o gesto "espontâneo e genuíno" dos jogadores e equipa técnica, que se juntaram ao movimento solidário, e ainda a dois dos patrocinadores principais, que também solicitaram a sua  participação na iniciativa promovida pelo clube, ao abrigo do programa Sp. Braga Solidário.

Salvador ressalvou que está "é a prova do que o futebol tem uma importância social tantas vezes distorcida e adulterada", lembrando a importância desta ação no sentido de "salvaguardar o bem superior que é a vida humana". "O futebol é um sector muito relevante para este país, não apenas enquanto atividade económica, mas também enquanto agente social", sublinhou.


Leia as declarações completas de António Salvador ao site do Sp. Braga:

"A campanha de apoio ao Hospital de Braga que levamos a cabo no âmbito do nosso programa de responsabilidade social, o SC Braga Solidário, gerou uma cadeia de gestos que este Clube não pode deixar de registar e agradecer. Foram gestos que me emocionaram e que sinto o dever de tornar públicos, por acreditar que são os grandes exemplos que geram grandes comportamentos.

Foi com enorme satisfação que recebi, ainda ontem, o contributo de dois dos nossos patrocinadores principais, que ao tomarem conhecimento desta campanha nos solicitaram a sua participação. A Betano e a AMCO Crédito são parceiros que muito estimamos e que nos têm acompanhado de forma incondicional em todos os feitos desportivos que temos alcançado, mas que num momento tão difícil como este tiveram a nobreza de compreender que a união entre este Clube e os seus patrocinadores pode alcançar objetivos de relevo social e tem o poder de salvaguardar o bem superior que é a vida humana.

A Betano e a AMCO Crédito assumiram o seu apoio de forma desinteressada, mas é meu dever tornar público este grande gesto destas marcas e dos seus responsáveis, agradecendo-lhes, em nome do SC Braga, mais esta grande demonstração de união e de solidariedade.

Também o nosso plantel principal e a nossa equipa técnica tiveram um comportamento que deve ser exaltado. A campanha que o SC Braga Solidário encetou ter-se-ia realizado de qualquer forma, mas confesso que foi para mim uma enorme alegria a forma espontânea e genuína como o nosso grupo de trabalho se uniu, ao saber desta iniciativa, para apoiar o seu Clube. Dou os parabéns a todos os jogadores e treinadores pelo seu compromisso e pela sua consciência social e quero mais uma vez agradecer-lhes, não apenas por serem grandes profissionais, mas por serem igualmente enormes seres humanos.

Tenho orgulho nestes jogadores, mas também tenho orgulho nos nossos sócios e adeptos. Tomei conhecimento, ao longo destes dias, de vários pequenos gestos que ajudam a fazer uma grande diferença. A cidade de Braga e o seu povo têm demonstrado uma enorme união para combater este momento que atravessamos e por isso envio um abraço muito especial a todos aqueles que, das formas mais diversas e na medidas das suas possibilidades, têm revelado a sua noção de bem comum. Juntos, vamos certamente vencer!

O SC Braga atingiu uma dimensão que eleva a sua responsabilidade social. É por sabermos da força e da expressão que temos que nasceu, há já alguns anos, o SC Braga Solidário, que existe para intervir na comunidade e poder mitigar as dificuldades de quem menos tem e para assistir às instituições de solidariedade que tanto fazem pelos mais desfavorecidos e que precisam de todo o apoio para as suas causas.

O SC Braga Solidário, como tantas outras entidades associadas ao desporto, também é a prova do que o futebol tem uma importância social tantas vezes distorcida e adulterada. O futebol é um sector muito relevante para este País, não apenas enquanto atividade económica, mas também enquanto agente social.

O futebol não é uma ilha! As instituições desportivas sentem esta crise como um enorme desafio, cientes da responsabilidade dos seus atos de gestão e da quantidade de empregos e de vidas que estão dependentes desta atividade. Num tempo em que o futebol pára, as obrigações dos clubes não cessam, e por isso devemos sentir honra e gratidão por termos no desporto tantas instituições, como acontece com o SC Braga, que conseguem não apenas respeitar todos os seus compromissos e obrigações como gerar e promover comportamentos de responsabilidade social. Bem hajam!"

Por André Gonçalves
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.