Carlos Carvalhal, a diferença para Benfica e FC Porto e... os três jornais desportivos

Treinador do Sp. Braga fala em diferentes capacidades de investimento dos clubes

• Foto: Foto: SC Braga

Carlos Carvalhal disse esta quinta-feira que, apesar do terceiro lugar do Sp. Braga na Liga NOS na época passada, a distância pontual para os dois primeiros foi ainda muito grande.

O técnico considera que importa "pôr todas as variáveis na análise" e que, se é verdade que os minhotos conseguiram o último lugar do pódio, ficaram a uma distância pontual considerável dos dois primeiros, Benfica e o campeão FC Porto.

"Há ainda uma diferença muito grande de equipas como o Braga e o Sporting para o Benfica e o FC Porto, em média de 20 pontos. Não é isso que nos preocupa, mas sim lutar pelos três pontos com espírito de vitória com ambição máxima, como o fizemos no Dragão", disse na antevisão à receção ao Santa Clara, sexta-feira, da segunda jornada.

Questionado sobre se coloca o FC Porto e o Benfica num patamar e o Sp. Braga e o Sporting noutro, Carlos Carvalhal destacou a diferente capacidade de investimento dos maiores clubes, fazendo um paralelismo com os meios de comunicação social e lembrando a sua experiência no futebol inglês.

"Vocês têm aqui três jornais desportivos, um tem a capacidade de investir 100 milhões, o outro 5, claro que há uma discrepância de investimento muito grande. Eu fiz uma entrevista normal no Swansea que aqui se faz com uma câmara, lá tinha oito câmaras e seis pessoas", lembrou.

O técnico notou ainda que "o jornalista, pela sua sagacidade e capacidade de fazer perguntas pode fazer uma entrevista melhor do que a outra, mas se tiver outros meios, o produto é muito melhor".

"Há uma diferença grande entre a capacidade de investimento, da grandeza e força dos clubes que o Braga tem muito bem sabido diminuir todos os anos ao ponto de ter conseguido suplantar no ano passado o Sporting", disse.

Raul Silva foi expulso no Dragão, quando já estava no banco de suplentes depois de substituído, e foi castigado com dois jogos, e o treinador deixou críticas ao central brasileiro e avisos para o interior do plantel.

Depois da derrota na jornada inaugural da Liga NOS, diante do FC Porto (3-1), no Estádio do Dragão, Carlos Carvalhal quer vencer o Santa Clara, mas a "jogar bom futebol e evoluir enquanto equipa e no processo de jogo".

Para o técnico, o Sporting de Braga teve um início de jogo "de elevado nível" no reduto portista, "a jogar de igual para igual" e que foram "pormenores" a decidir a partida.

Carlos Carvalhal considera que, em termos de dinâmica, a equipa "está ainda a gatinhar", mas isso não invalida que não esteja pronta para competir.

Entre elogios ao Santa Clara, que venceu por 2-0 na primeira ronda (2-0 ao Marítimo) - "uma boa equipa, muito bem orientada, muito perigosa" -, o treinador reforçou a ideia de que o Sporting de Braga vai "lutar pelos três pontos em todos os jogos".

Paulinho está recuperado da lesão que o afastou do Dragão na jornada anterior e pode ser opção, mas Gaitán e Rui Fonte são ausências certas devido a lesão, assim como Raul Silva, por castigo.

Sp. Braga e Santa Clara defrontam-se a partir das 20h30 de sexta-feira, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado por João Pinheiro.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.