Carlos Carvalhal: «Está tudo por inventar no futebol»

Detalhou evolução da sua forma de trabalhar e a resposta dos jogadores do Sp. Braga

• Foto: Luís Vieira/Movephoto

Carlos Carvalhal abordou a mudança que operou na sua forma de trabalhar, em conjunto com a sua equipa técnica, desde que chegou ao Rio Ave, na última época, e agora também no Sp. Braga. No programa Grande Área da RTP3, na noite desta quinta-feira, o técnico deixou claro que procurou novas soluções para o seu futebol até porque, garante, "está tudo por inventar no futebol".

"Não estou a dizer que descobrimos a pólvora ou que somos melhor que os outros. Mas sim, temos trabalho feito no passado, somos pessoas inteligentes que viveram em vários enquadramentos e fomos evoluindo. Até que decidimos quebrar e fazer coisas diferentes, algo que nos pudesse motivar e porventura evoluirmos como treinadores. Ir para o Rio Ave teve a ver com isso, ter ali um campo tranquilo, com condições, com qualidade, onde se podiam testar algumas coisas. (...) Uma ideia: nada se consegue se os jogadores não forem inteligentes e não perceberem o jogo. Outra: está tudo por inventar no futebol. Há um chavão do futebol que diz que está tudo inventado. Não está. Está é tudo por inventar. E um terceiro ponto: também é possível ser criativo defensivamente e nós procuramos isso. Tenho a completa noção que os nossos jogadores no Sp. Braga conseguem dizer que as coisas são simples e claras, apesar de haver alguma complexidade. E a forma de operacionalizar isto é treinar, desde o primeiro dia", afirmou.

Do ponto de vista estratégico, o técnico vincou que este Sp. Braga "nunca se adaptou aos adversários" e deu cartas, até determinado ponto da época, no que a um aspeto específico do jogo diz respeito. "Podemos ter jogado com o Raúl Silva a 3.º homem do lado esquerdo e não o Sequeira, agora com o Borja... Nós nunca mudámos o sistema, pode é jogar um ou outro, mas por não estar um colega com outras características. Temos uma ideia de jogo, sabemos o que queremos fazer quando temos a bola e, quando não a temos, tentamos ser uma equipa completa sempre. Pode-se dizer que o Sp. Braga tem posse de bola, tenta desmembrar equipas com posse de bola. Dizer que o Sp. Braga transita bem ofensivamente? Sim, pode dizer-se. Até certa altura éramos das melhores equipas a transitar defensivamente na Europa. Com a densidade de jogos perdemos alguma capacidade na reação à perda, mas isso é normal",disse.

Por André Monteiro
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.