Carvalhal: «Acredito num 'boom' de pessoas. Isto tem de encher»

Comentou o crescimento do clube e crê que há condições para maior apoio empresarial e dos adeptos

• Foto: SC Braga

O Sp. Braga tem vindo a crescer de forma progressiva na presidência de António Salvador ao ponto de aproximar-se cada vez mais de FC Porto, Sporting e Benfica. Carlos Carvalhal, em entrevista à Next, avaliou esse trajeto e sublinhou a importância de haver "uma correta gestão de expectativas" entre os arsenalistas.

Crescimento: "O Sp. Braga tem uma evolução muito grande nas infraestruturas, organização, teve um 'boom'. Começa a aproximar-se dos denominados grandes, quiçá a este nível já estaremos ao nível das melhores. Quanto à equipa de futebol, aqui é que temos de ter cuidado a comunicar. Temos de ser realistas, saber gerir expectativas. O posicionamento é saber que há três clubes que, por tudo, são os crónicos candidatos ao título e há diferenças significativas ainda. Sp. Braga fez excelente pontuação e fica em 4º lugar e se calhar mais 10 pontos do que quando foi 3º porque os outros 3 não se distraíram."

Mais dinheiro em 2028: "O presidente António Salvador teve a expressão 'o Sp. Braga será candidato ao título quando tiver 50% das receitas que os outros três clubes têm e que tenha 20 mil pessoas no estádio'. Foi o posicionamento do presidente quando fomos à Câmara. A parte dos 50% das receitas significa que em 2028 vai haver centralização dos direitos televisivos, dinheiro com distribuição mais equitativa, aí o Sp. Braga terá maior capacidade de recrutamento e não tanta necessidade de vender. Até lá, Sp. Braga vai continuar a crescer e ter de vencer os seus ativos para ser saudável. Se temos capacidade de equilibrar as coisas neste momento, naquela altura o Sp. Braga vai estar em condições de competir com estas equipas. Até lá vamos sonhar que é possível conseguir a melhor classificação possível e que sejamos competitivos e que no jogo a jogo a gente consiga batê-los. Se estivéssemos só focados na Liga este ano teríamos feito melhor, não tenho dúvidas nenhumas. Mas queremos fazer sempre melhor. Temos de andar a top em todas as competições. Quanto aos 20 mil adeptos, é um desafio à cidade, ao distrito e se calhar mais alargado. É o crescimento na presença dos adeptos, será um desafio aliciante e perfeitamente possível, se Sp. Braga mantiver este ritmo e pandemia passar."

Lição à sociedade: "Competimos com adversários que gastaram 60 milhões, 100 milhões… E isto é um elogio. Gastando 250 mil euros no recrutamento deste ano, que foi o Zé Carlos… Qualquer empresa com menos recursos, qualquer rapaz com menos recursos pode ir lá acima. É uma lição do futebol para a sociedade, também. Gastando menos mas fazendo boa gestão se calhar consegue-se bater os mais fortes."

Mais apoio: "Eu acredito que vai haver um ‘boom’ de pessoas e empresas que se vão ligar ao clube. Pode melhorar, pode haver mais apoio institucional de empresas, das pessoas. Isso significa que há margem de crescimento. Isto tem de encher, isto tem de encher, temos de começar a ter o hábito de termos as cadeiras esgotadas."

Por André Gonçalves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.