Custódio: «Sinto o Sp. Braga cada vez mais capaz»

Treinador aponta à segunda vitória consecutiva no campeonato em casa do Rio Ave

• Foto: José Reis/Movephoto

Custódio não embandeira em arco depois do regresso do Sp. Braga aos triunfos, frente ao V. Guimarães, mas admite ver sinais de claras melhorias na sua equipa. Um fator de confiança para a jornada de amanhã, diante do Rio Ave.

"De forma geral,sinto as equipas cada vez melhores. Sinto o Sp. Braga cada vez melhor. Uma equipa como a nossa, que gosta de ter bola, em que a gestualidade é importante, a dinâmica é fundamental, gostamos de pressionar... A condição física é fundamental e sinto a equipa cada vez mais capaz e cada vez melhor", apontou Custódio, em conferência de imprensa.

"A equipa está feliz pelo que fez no último jogo, pelo resultado. Mas, mais importante, senti-os focados na recuperação, pois o tempo era curto, e estão já focados naquilo que será o próximo jogo. Um bom jogo entre duas equipas que praticam um futebol positivo, de ataque. Senti-os mais soltos e focados no próximo jogo", admitiu.

"Somos uma equipa que entra sempre para vencer e, quando isso não acontece, a reação não é boa em termos de estado anímico. Realmente vencemos o jogo, foram três pontos, mas já passou, importante é o que aí vem, um jogo difícil. Tenho plena confiança na nossa qualidade e no que será a nossa abordagem ao jogo", acrescentou Custódio, antes de reforçar que a sua turma irá manter a filosofia de jogo.

"A nossa ideia é clara, é ter bola, um futebol de ataque, uma equipa que vai entrar para ganhar mas que quero bastante equilibrada", disse, mas sem levantar o véu sobre quem irá render Sequeira, lesionado, no lado esquerdo da defesa, nem se irá manter André Horta no onze ou dará lugar a Palhinha.

Religião fica à parte

O Sp. Braga já não depende só de si para alcançar o 3.º lugar na tabela classificativa, pois precisa que o Sporting perca pontos. Custódio é um homem de fé, mas não a mistura com o futebol numa altura em que os minhotos precisam, também, que os leões cedam para poderem recuperar o lugar no pódio. "Sou religioso e tem a ver com o que me foi passado desde a infância, os valores que me foram transmitidos. Mas só me foco no Sp. Braga. A religião deixo-a à parte. Peço proteção sim, mas só para a minha família", assinalou.

Custódio deixou ainda elogios ao Rio Ave e ao seu treinador, Carlos Carvalhal. "O Rio Ave é uma belíssima equipa, teve nove ou 10 jogos sem perder, creio. Tem um treinador com provas dadas, grande experiência. O míster Carvalhal já era treinador e eu ainda estava a começar a jogar. Vou dizer o que acho do jogo e o que passei aos jogadores: são três pontos muito importantes, mas são só três pontos, que queremos vencer", assinalou o treinador do Sp. Braga.

Por André Gonçalves
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0