Jorge Simão: «Batemos no fundo»

Treinador lamenta derrota na final do Algarve e fala num "momento duro"

• Foto: Ricardo Nascimento

Jorge Simão confessou ser "um momento duro" o que o Sp. Braga atravessa após a derrota na final da Taça CTT diante do Moreirense. O treinador dos arsenalistas frisou o apoio dos adeptos e disse que a equipa tem de se levantar após bater no fundo.

"É um momento duro, não há como esconder. Basta estar no balneário e ver a reação que estes jogadores estão a ter. É normal para um momento duro destes. Para estes adeptos também, que se mobilizaram de forma substancial para lutar ao nosso lado. Batemos no fundo mas temos de nos reerguer. Há muitos objetivos no campeonato que temos de alcançar", frisou o técnico.

Sobre a partida, Jorge Simão explicou que a equipa não entrou bem e deu os parabéns ao adversário: "Foi uma primeira parte onde não estivemos bem. Fomos demasiado racionais e por vezes faltou-nos alguma paixão, alguma entrega, faltou soltarmo-nos. Não foi um jogo bem jogado. O Moreirense não se aproximou da nossa baliza. Depois houve um lance que acabou por ser decisivo. Deu golo para o Moreirense e a segunda parte foi como se sentem mais confortáveis, com espaço nas costas da minha defesa. Tivemos oportunidades, poderíamos ter feito e isso seria o momento marcante do jogo. Teria dado energia suplementar que nos permitiria virar o resultado. Não tendo acontecido, há que felicitar o Moreirense, que é um justo vencedor. É digno o registo que o Moreirense faz nesta Taça CTT".



Por Pedro Gonçalo Pinto e Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.