Jorge Simão explicou-se a Vasco Santos

Treinador falou com o árbitro no túnel de Chaves e está crente que não será castigado

• Foto: Pedro Sarmento Costa/Lusa

Jorge Simão conversou com Vasco Santos, no final do jogo em Chaves, esclarecendo os factos que conduziram à sua expulsão. O diálogo foi proveitoso, acreditando o Sp. Braga que o técnico pode escapar a uma suspensão, sentando-se no banco no Restelo.

Desde logo, Jorge Simão reconheceu ter-se excedido nos protestos junto do 4º árbitro Gonçalo Martins, na sequência do cartão amarelo mostrado a Paulinho e que tira o defesa-direito do próximo jogo. O técnico arsenalista vincou o seu ponto de vista junto do árbitro já no túnel de acesso aos balneários e a conversa, segundo conseguimos apurar, terá sido bem apaziguadora, com Simão a solicitar também a Vasco Santos uma justificação para a sua expulsão. O juiz portuense terá dito que sentiu a sua autoridade ser questionada quando viu o técnico a dirigir-se a si. Isto na altura em que estava precisamente a dizer a Rui Casaca que Simão estava a ter um comportamento excessivo...

A versão que o treinador apresentou na sala de imprensa, registando só ter dito "ele tem razão", terá sido até corroborada por Vasco Santos no relatório do jogo.

De qualquer maneira, Jorge Simão pode mesmo ficar debaixo da alçada disciplinar da FPF, uma vez que é reincidente na matéria e há casos, como o de Rui Vitória mais recentemente, em que esse facto foi tido em linha de conta. Recorde-se que, para efeitos de reincidência, contam as últimas três épocas e o Conselho de Disciplina da FPF pode vir a castigar o técnico do Sp. Braga que foi expulso quando estava no Chaves, num jogo da Taça CTT frente ao Rio Ave, e também quando era o timoneiro do P. Ferreira.

Por António Mendes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.