Record

Pablo mostra serviço e... golos

Reforço foi chamado para render o lesionado Raúl Silva e já valeu uma vitória em Chaves

• Foto: José Ponteira

Pablo está a agarrar-se com firmeza à oportunidade que surgiu de ser titular no Sp. Braga. Em época de estreia no emblema arsenalista, o defesa-central brasileiro, de 26 anos, foi opção inicial de Abel Ferreira nos últimos três desafios da Liga NOS e ainda suplente utilizado no encontro frente ao Zorya, em Braga. E na sua conta pessoal tem já dois golos no campeonato.

O reforço ex-Marítimo beneficiou da lesão do compatriota Raúl Silva, contraída nesse duelo da segunda mão da eliminatória com os ucranianos, para mostrar serviço à equipa técnica arsenalista. Fixou-se ao lado de Bruno Viana, contribuiu para o primeiro jogo sem golos sofridos, em Chaves, e até já demonstrou um talento que tanto caracterizou Raúl Silva na sua época de estreia no Sp. Braga: os golos. Pablo abriu a contagem no jogo dos Açores, frente ao Santa Clara –o tal duelo em que os minhotos desperdiçaram uma vantagem de três golos –, e foi o autor do tento que valeu a vitória tangencial (1-0) em Chaves, na última jornada do campeonato.

A este propósito, o tempo dirá se Pablo, de 26 anos, irá ou não superar a sua melhor marca de golos somados numa temporada – três tiros certeiros –, quando ainda era jogador do Paysandu\, clube brasileiro da cidade de Belém.

O camisola 14 mereceu a confiança de Abel, que só dispunha de uma alternativa, Lucas Cunha, promovido da equipa B esta temporada. A experiência que Pablo adquiriu ao serviço do Marítimo conduziu-o à titularidade, face à ausência de Raúl Silva. Este deverá recuperar da lesão muscular na coxa direita ainda durante o corrente mês de setembro, o que reabrirá a discussão pela titularidade no eixo defensivo. Nesse momento, Abel Ferreira terá a palavra.

Por André Gonçalves
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

M