Pedro Santos não atira foguetes

Prudente mas feliz com a vantagem trazida de Sion

• Foto: Hélder Santos

Pedro Santos é um daqueles jogadores que finta as parangonas mas de que qualquer treinador gosta, como o comprova o seu percurso no Leixões, V. Setúbal, Rio Ave e agora no Sp. Braga. Em Sion não foi titular mas foi o primeiro a entrar, contribuindo para a estabilidade da equipa quando esta pretendia guardar a magra vantagem e sofria o último assalto ‘sionista’.

Para o extremo nascido em Lisboa e formado no Casa Pia e no Sporting, este foi um jogo "um pouco complicado porque não estamos habituados a encarar um adversário tão físico, de contacto". Os guerreiros sabiam o que iam encontrar, mas, como referiu Pedro Santos, "a mentalidade foi sempre a de ir em buscar do triunfo", com a equipa portuguesa a "acabar por merecê-lo".

A vantagem que regressou na bagagem é "boa" mas, sublinha o ala dos guerreiros do Minho,"não podemos facilitar porque eles vão a Braga tentar dar a volta e, por isso, é obrigatório dar o máximo, como aconteceu em Sion". De qualquer maneira, esta é uma vantagem "significativa para além dos dois golos fora de casa".

Na próxima 5ª feira, na 2ª mão, Pedro Santos promete encarar o 2º embate com o Sion "com o mesmo rigor para que eles não tenham hipóteses de tentar dar a volta".

Por Eugénio Queirós e Pedro Malacó
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.