Renovação de Fábio Martins está num impasse

SAD falhou a primeira abordagem para prolongar o vínculo contratual do extremo

• Foto: MoveNotícias

Tal como prometido no verão, António Salvador não demorou muito tempo a telefonar ao representante de Fábio Martins para reunir e dar início à discussão da renovação de contrato do extremo. O vínculo do jogador, de 24 anos, termina apenas em junho de 2019, mas o presidente da SAD do Sp. Braga não gosta de correr riscos e prefere antecipar as renovações. Neste caso, o primeiro encontro não acabou com o fumo branco desejado.

Fábio Martins chegou ao clube há três temporadas, mas só no verão passado ganhou um lugar no plantel principal. O crescimento que revelou em Chaves na última época – 36 jogos e oito golos marcados – correspondeu às altas expectativas dos responsáveis arsenalistas, que o seguiam desde os tempos em que o extremo alinhava na equipa B do FC Porto. A desvinculação, em 2013/14, e o bom rendimento no Aves levou o Sp. Braga a disputar a sua contratação com o... Benfica.

O jogador acreditou que podia vingar no Minho, só que o seu destino acabou por ser a equipa B. Mesmo assim, Sérgio Conceição ainda lhe deu duas oportunidades e Fábio até marcou um golo, ao Rio Ave na Taça da Liga. O salto para a 1ª Liga parecia inevitável e foram vários os clubes a mostrarem interesse no seu empréstimo. Os arsenalistas optaram por deixá-lo perto de casa e em Paços de Ferreira o jovem somaria 24 partidas.

Mais maduro, passou a fase de seleção do último estágio de pré-temporada e Abel Ferreira tem contado com ele para a rotação que tem operado nesta fase ‘diabólica’ em termos de calendário com os arsenalistas envolvidos em quatro competições: 12 jogos e 2 golos. E a SAD quer mesmo renovar com ele.

Por Ricardo Vasconcelos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.