Ricardo Ferreira adiou a renovação

Lesão grave do defesa confirma-se. Em final de contrato arrisca-se a ficar com destino incerto

• Foto: José Reis / Movephoto

A carreira de Ricardo Ferreira, de 26 anos, sofreu um rude golpe com mais uma lesão grave no joelho direito. O Sp. Braga confirmou ontem, como já se temia, o pior cenário para o central, que terá agora de ser operado à mesma articulação pela terceira vez em dois anos e meio.

O destino pregou mais uma partida a um jogador que, mesmo a atravessar uma via-sacra, continua a suscitar algum apelo ao mercado, até por se encontrar em final de contrato. Atenta à situação, a SAD arsenalista tentou garantir a renovação do vínculo ainda antes de Ricardo Ferreira ter sido dado como apto para regressar à competição.

Existiram duas propostas, ao que o nosso jornal apurou, mas o próprio jogador terá entendido que só queria tomar decisões quanto ao seu projeto de carreira depois de concluir a etapa essencial da retoma da competição, pelo que não houve o fumo branco nas negociações que António Salvador desejava. O adiamento por parte de Ricardo Ferreira foi encarado pelo clube como uma decisão normal, continuando a via aberta para a existência de negociações.

Todavia, e perante um cenário de gravidade alta da lesão contraída pelo defesa ao serviço do Sp. Braga B, contra o V. Guimarães B, é muito pouco previsível que a recuperação seja concluída dentro do período de ligação contratual aos arsenalistas, antevendo-se um cenário incerto a partir daí que terá de ser ponderado nas próximas semanas.

Entretanto, não apenas os elementos do plantel se solidarizaram com Ricardo Ferreira, tanto no campo como no balneário, como o próprio Sp. Braga agradeceu as inúmeras mensagens de apoio recebidas, dando força ao camisola 24 para superar o seu calvário. Estamos a falar de um central que, na fase em que as lesões o respeitaram, no período mais recente, em finais de 2017 chegou a ser chamado por Fernando Santos à Seleção Nacional. Resta-lhe lutar contra o infortúnio.

AS LESÕES GRAVES DE RICARDO FERREIRA

2016. Na sua época de estreia pelo Sp. Braga, Ricardo Ferreira realizou 41 jogos. As expectativas eram elevadas, mas logo no arranque da pré-época de 2016/17 lesionou-se no Algarve, em jogo-treino com os ingleses do Wigan, a 9 de julho. Foi alvo da primeira operação ao joelho direito e só voltou a competir a 18 de dezembro, frente ao Sporting.

2018. Nos primeiros meses de 2017/18, o central arrastou alguns problemas físicos e só fez a estreia a 20 de setembro, contra o Benfica, na Taça da Liga, tendo marcado um golo. A partir daí foi sendo chamado à equipa de forma intermitente, até que, logo na entrada de 2018, no dia 3 de janeiro, na disputa de um lance com Vítor Bruno voltou a lesionar-se, sendo substituído aos 21’ e sujeito a nova intervenção cirúrgica.

2019. Após mais de um ano de recuperação, Ricardo Ferreira foi chamado a representar o Sp. Braga B no dérbi com o V. Guimarães B. O regresso, no dia 6, foi funesto, dado que se lesionou e teve de sair de maca aos 36’. O filme repete-se.

Por Vítor Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.