Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Ricardo Horta: «Várias ocasiões para fazer golos»

Extremo assumiu o nervosismo que limitou discernimento da manobra ofensiva

Ricardo Horta reconheceu o nervosismo que influenciou o rendimento do Sp. Braga na Ucrânia, mas mostrou-se satisfeito com a envolvência que o coletivo patenteou, e está confiante em selar o apuramento no tira-teimas a disputar dentro de uma semana na Cidade dos Arcebispos.

"Tivemos muitas ocasiões para marcar, e depois de termos conseguido fazer golo, foi uma pena sofrer o empate", lamentou-se o extremo, convicto na capacidade do Sp. Braga em superar o Zorya: "Acho que realizámos um bom jogo e deixámos uma boa indicação para aquilo que queremos concretizar na 2ª mão."

Relacionadas

Foco no controlo de bola perante um adversário que usou e abusou do futebol direto, mas, acima de tudo, discernimento para concluir da melhor forma toda a produção ofensiva.

"A vontade de começar bem proporcionou alguma ansiedade, mas mesmo assim criámos ocasiões suficientes para fazer mais golos", comentou Ricardo Horta, ciente de que o segredo para evitar o estilo do adversário passa pelo "controlo da posse de bola": "A eliminatória está em aberto, mas este resultado acaba por ser positivo e, se seguirmos à risca o nosso plano, vamos ultrapassar esta eliminatória."

Na mesma linha de pensamento, o experiente Claudemir garantiu que "a capacidade de resposta na 2ª mão será diferente". "Mostrámos bom futebol e criámos várias situações de finalização, mas perto do final do jogo acusámos algum desgaste. No próximo encontro a história será outra, porque estaremos mais preparados", concluiu Claudemir.

Por Pedro Malacó
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M