Sá Pinto expulso de avião da Ryanair em Faro

Incidente aconteceu ao final desta tarde após um desentendimento entre o técnico e uma hospedeira

A carregar o vídeo ...
O momento em que Sá Pinto foi expulso de avião em Faro

Ricardo Sá Pinto foi, esta sexta-feira, expulso do avião no qual se preparava para embarcar no aeroporto de Faro, em direção ao Aeroporto Sá Carneiro, no Porto. O treinador do Sp. Braga prosseguia no interior de um avião da companhia Ryanair, quando foi retirado pela polícia após um desentendimento com uma das hospedeiras de bordo.

Tudo começou antes do avião descolar quando Sá Pinto terá, alegadamente, sido impedido por uma hospedeira de bordo de falar ao telemóvel. Entendendo o pedido por parte da assistente de bordo, o técnico, de 46 anos, terá, de pronto, desligado a chamada.

Momentos depois, ainda com o avião imobilizado, o técnico bracarense terá começado a ouvir música com os seus airpods - phones sem fio -, ao que também foi-lhe negado o uso, por indicação da mesma hospedeira.
Sá Pinto prosseguia no lugar 1C, local onde costuma viajar devido ao problema crónico que tem nos joelhos.

Após estas duas intransigências por parte da assistente de bordo, viria o momento que culminava todo este episódio. Depois de estar sentado, uma outra hospedeira de bordo terá pedido ao técnico bracarense para recolher as pernas, porque não poderia prosseguir a viagem com elas esticadas. Posto isto, Sá Pinto terá, alegadamente, explicado à assistente da companhia Ryanair que, por razões de uma lesão impeditiva nos joelhos, teria de prosseguir a viagem com as pernas esticadas.

Depois de várias tentativas, a hospedeira chamou o comandante do avião, que recusou-se a transportar o passageiro, tendo chamado a Polícia de Segurança Pública ao local, que encaminhou o treinador para o exterior do avião. "A PSP foi chamada pela tripulação de um avião porque havia um homem bastante exaltado com uma hospedeira", disse à Agência Lusa fonte da Direção Nacional da PSP, referindo que esta força de segurança "desconhece os motivos da exaltação", referindo que Sá Pinto "não foi detido".

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.