Salvador já 'picou', agora... falta ganhar

Presidente nunca está satisfeito e no passado nem uma Taça da Liga bastou para o contentar

• Foto: José Moreira

Paulo Fonseca tem mais um ano de contrato com o Sp. Braga e tem tudo para cumpri-lo. Mas há que ter em conta que o seu patrão, António Salvador, nem sempre acorda para o mesmo lado. As palavras ditas esta semana pelo presidente do clube em relação ao afastamento da Taça CTT, afirmando que a arbitragem não explica tudo o que aconteceu e que a equipa tem de dar mais, têm também como destinatário Paulo Fonseca, com quem tem uma excelente relação.

A questão que agora se coloca é a de saber se, no caso de um desaire na final da Taça de Portugal, o atual treinador tem o seu futuro assegurado no comando do Sp. Braga. É uma questão muito mais do que académica e que tem de ser lida não só nas entrelinhas do último discurso do treinador mas também à luz do histórico.

Há três épocas, por exemplo, José Peseiro não continuou depois de conquistar a Taça da Liga e de terminar o campeonato em 4º lugar, com 52 pontos somados, menos 4 do que os pontos já conseguidos, a duas jornadas do fim, pelo Sp. Braga de Paulo Fonseca. E há um ano Sérgio Conceição fechou o campeonato em 4º lugar com 58 pontos mas não resistiu à erosão da final da Taça de Portugal perdida para o Sporting, numa altura em que entre o treinador e o presidente as coisas já não iam nada bem... Paulo Fonseca tem a seu favor o facto de ser um treinador sereno e que soube ‘encaixar’ na personalidade por vezes instável do presidente do Sp. Braga, que, mesmo tendo os pés bem assentes no chão, quer sempre ganhar tudo que entende que a equipa pode vencer. Neste caso, um dos objetivos já se foi mas a contrabalançá-lo está uma excelente campanha europeia e um percurso tranquilo no campeonato rumo à primeira posição de acesso à Liga Europa, embora esta época fique com um certo travo amargo devido ao facto de só no princípio do campeonato a equipa ter andado a ‘morder’ os calcanhares aos grandes, longe da sua magnífica performance da época de 2009/10. No primeiro ano de Domingos Paciência, o Sp. Braga fechou o campeonato com 71 pontos e na condição de vice-campeão. E Salvador nunca mais esqueceu este feito.

Por Eugénio Queirós e José Mário
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0