Sequeira: «No Sp. Braga evoluí em todos os aspetos do meu jogo»

Lateral fala da diferença entre clubes que querem ganhar sempre e os que ficam satisfeitos com um empate

• Foto: Peter Spark

Sequeira cumpre a terceira temporada ao serviço do Sp. Braga, perído onde viu serem aprimoradas as suas características enquanto jogador. O lateral-esquerdo, de 29 anos, destacou a importância do salto para os arsenalistas, onde a exigência o obrigou a melhorar constantemente.

"Acho que evoluí em todos os aspetos do meu jogo, por acaso. Foi um clube que me ajudou muito a evoluir como jogador, por ser um clube com ambição e por nos obrigar a querer sempre mais e entrar todos os jogos para ganhar. Isso muitas vezes não acontece em clubes mais pequenos, onde entras a pensar que empate não é mau e já não arriscas tanto. Aqui em Braga, devido a essa ambição, és obrigado a arriscar e a querer sempre mais, é muito motivador para um jogador, pois obriga a melhorar teu jogo", afirmou Sequeira, numa sessão no Facebook em que respondeu, com o colega Esgaio, às questões colocadas por adeptos.

E é esse progresso que mantém firme a ambição de chegar à Seleção Nacional. "Espero que sim, todos nós sonhamos com isso e eu não fujo à regra. Sabemos que há muitos jogadores de qualidade na Seleção e temos de trabalhar diariamente para conseguir atingir esse patamar", lembrou, considerando viver a melhor temporada desde que ingressou no clube.

"Sim, pelo título que conquistámos e pela regularidade que tenho apresentado, apesar de ter feito uma boa época no ano passado. Mas esta, pela Taça da Liga ganha, está a ser a melhor época", considerou.

Para Sequeira o golo que mais o marcou foi num Nacional-Marítimo, dérbi da Madeira, durante a sua passagem pelos alvi-negros, mas o melhor foi o que apontou na época passada precisamente ao Nacional, na Allianz Cup.

Questionado sobre o tipo de treinos que os jogadores têm feito, Sequeira começou por ter uma abordagem bem humorada, antes de responder a sério. "É bicicleta, depois bicicleta e a seguir bicicleta. [risos] Por acaso o clube tem feito um esforço para nos dar condições de termos um treino dentro das possibilidades em nossa casa, para nos dar alguns treinos com diversidade. Todos os dias temos um plano de treino que temos de cumprir. A situação não é fácil, queremos muito voltar a treinar, mas enquanto não se resolver esta situação, o mais seguro é ficar mesmo em casa. Mas temos de continuar a treinar porque não podemos parar", explicou, antes de elogiar o ato solidário do sp. Braga, que doou ventiladores e milhares de máscaras e fatos de proteção ao Hospital de Braga.

"Acho que foi um gesto bastante bonito do Sp. Braga. Se tivéssemos de ser eleitos melhores do mundo seria com essa atitude, do clube, da organização, de todos os elementos. Foi uma atitude bonita, não só para ajudar quem precisa, mas também para dar o exemplo a outras pessoas que queiram ajudar também", apontou.

A brincar com o presidente...

Sequeira foi ainda confrontado com uma questão curiosa. "Quem é que o Sp. Braga teria de contratar para lhe tirar o lugar?". E a resposta do lateral-esquerdo foi esta: "Não digo nome, porque depois o presidente pode querer ir buscá-los e tiram-me o lugar. Talvez o Marcelo ou o Jordi Alba... Acho que o Sp. Braga não tem dinheiro para os ir buscar", disse, com vários risos à mistura.

Por André Gonçalves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0