Record

Sp. Braga frente ao Boavista

APRECIAÇÃO À EQUIPA

Luís Loureiro (4). Marcou, no primeiro remate do jogo, e catapultou a equipa para uma grande vitória. Influente no “miolo” a impedir os ataques axadrezados e inteligente a sair a jogar.

Paulo Santos (3). Uma exibição cheia de confiança. Só ao minuto 24 foi chamado a intervir – antecipou-se a Nélson – para segundos depois impedir o golo a Zé Manuel. Seguro após o descanso.

Abel (3). Não se aventurou muito no ataque, devido à presença do rapidíssimo Nélson. Defensivamente nada mais lhe podia ser exigido.

Nunes (3). Um central “limpinho”. Acompanhou bem as movimentações de Cafú, optando, muitas vezes, por jogar na antecipação. Faltas? Apenas três!

Nem (3). Brilhou em Alvalade, pintou o cabelo de loiro e ontem voltou a estar em grande. Foi um precioso apoio a Nunes e aos laterais, ganhando quase todas as bolas aéreas.

Jorge luiz (3). Um ou outro deslize prontamente rectificado pelo próprio ou por um companheiro do sector. Mas a sua missão foi mais do que cumprida: “secou” o endiabrado Zé Manuel!

João alves (4). O pêndulo do costume e exemplar no preenchimento do “miolo”. Formou com L. Loureiro uma barreira intransponível, base do triunfo de ontem. “Cheirou” o
golo aos 30’.

Jaime (2). Muito encostado à direita, perde, claramente, influência. Pediu, por diversas vezes, a Wender para actuar no centro, mas nem aí conseguiu brilhar.

Wender (4). Tem muito bom toque de bola e ontem, a actuar no centro, deu mobilidade e velocidade ao ataque, nomeadamente quando a equipa recuou. Foi dele a diagonal a desmarcar Cícero que obrigou Tiago a fazer o autogolo. Aos 53 assistiu de forma primorosa J. Tomás.

Cesinha (3). Encostado à esquerda, tentou, em velocidade, criar desequilíbrios. Conseguiu três (dois no primeira tempo e um no segundo) mas foram inconsequentes.

João tomás (2). Podia ter levantado o estádio se acertasse bem na bola, ao minuto 42. Porém, o seu primeiro remate saiu muito frouxo. O segundo (53’) acertou em cheio no guardião Carlos.

Paulo sérgio (2). Assistiu Baha para o terceiro.
castanheira (1). Reforçou a zona intermediária.

Baha (3). Entrou e... marcou! Um golaço, diga-se, o tal que João Tomás procurou...
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Braga

Murilo na sua praia

Só disputou 42’ às ordens de Abel mas os adeptos sentiram que podia ter dado ajuda no Dragão
Notícias

Notícias Mais Vistas

M