Tiago Sá: «Defendi três penáltis em dois minutos»

Guardião lembra momento pouco comum e considera que a sua melhor defesa foi a um remate de Brahimi

• Foto: Peter Spark/Movephoto

Tiago Sá, guarda-redes de 25 anos e produto da formação do Sp. Braga, recuou ao seu passado para dar conta de que nem sempre quis ser o dono das luvas.

"Eu queria ser avançado. Quando entrei para a formação do Sp. Braga, era avançado na altura. Só que não tínhamos guarda-redes, então íamos à vez à baliza e trocávamos quando alguém sofria golos. Eu era o que mais tempo aguentava sem sofrer golos. Um dia comprei luvas, o equipamento e disse ao meu treinador que queria ir sempre à baliza", contou Tiago Sá, que esteve com Paulinho na rubrica 'Duas de Letra', a responder às questões dos adeptos bracarenses.

E foi nesse trajeto de formação nos arsenalistas que Tiago Sá viveu um momento que nunca mais esqueceu: defendeu três penáltis em dois minutos. "Foi num jogo de iniciados. Nós jogámos contra o Barroselas, acho eu. Surgiu um penálti para eles, o jogador bateu e eu defendi. O árbitro mandou repetir porque uma pessoa da nossa equipa tinha entrado na área antes do tempo. Então o mesmo jogador foi cobrar o penálti, para o mesmo lado e eu voltei a defender... Só que o árbitro voltou a mandar repetir, pois o mesmo jogador da nossa equipa tinha entrado em campo antes do tempo e viu cartão amarelo. À terceira, já veio outro jogador marcar o penálti. Ele atirou para o outro lado e eu voltei a defender e deu canto. Aí o árbitro já não mandou repetir", contou.

Três defesas marcantes no seu processo de crescimento, mas há uma outra que Tiago Sá considera a melhor defesa da carreira. "Acho que a melhor defesa e a mais difícil foi a um remate do Brahimi no ano passado, no Dragão, no final da primeira parte. O Brahimi ia isolado na área e rematou para a minha direita. Tecnicamente é difícil fazer aquilo, o jogador estar tão perto de ti e aguentares até ao momento certo. Foi a melhor defesa", disse, tendo assumido que o seu ídolo de infância é Casillas.

Mas também houve momentos menos bons no seu percurso ao serviço do Sp. Braga. "Felizmente não tive lesões graves, que me obrigassem a estar mais de um mês parado. Se calhar a transição da equipa B para a A, em que às vezes nem era convocado, foi o momento mais difícil. Depois voltei a jogar à B e na projeção que fiz antes da época começar pensava que não iria voltar à B. Perder a final do Europeu sub-19 em 2014 e a final da Taça da Liga para o Moreirense foram outros momentos negativos", apontou.

Alternativa

Tiago Sá ainda só foi utilizado em quatro jogos oficiais esta temporada, todos no passado mês de dezembro. "Não é fácil, mas faz parte do futebol, tal como os jogadores de campo. Eles não sendo opção podem entrar durante o jogo, mas um guarda-redes nem tanto. Pode passar meses seguidos sem ser opção. Mas aí também se vê a qualidade de um guarda-redes, principalmente a sua força mental, que é um ponto importante num guarda-redes. É mostrar que estás pronto todos os dias, é o que eu faço. Eu trabalho tanto ou mais do que nas fases em que sou opção, para o treinador perceber que posso ser opção e, quando ela surgir, eu poder mostrar que estou bem", explicou.

Tiago Sá tem a concorrência direta e Matheus (o habitual titular) e Eduardo, de 37 anos. "Quando o Eduardo estava cá, antes de sair em 2010, eu estava nos iniciados do Sp. Braga e lembro-me de o Edu ir lá em ações de escolinhas de guarda-redes e eu andar atrás dele para o cumprimentar. Agora treino com ele, é meu colega de equipa. Não sei se podia ser meu pai, era capaz de poder... 13 ou 14 anos de diferença... Mas é bom. Ele já tem muito mais experiência do que eu, passou por muitos campeonatos, muitos treinadores. São muitas experiências que nos ajudam a evoluir. Ele ensina-nos e no fim dos treinos falamos sobre os exercícios. É bom aprender com esta experiência", assinalou.

Por André Gonçalves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.