Record

Venda do estádio vai a referendo

Anúncio feito pela autarquia

• Foto: Paulo Duarte
A Câmara Municipal de Braga anunciou, ontem, que irá promover um referendo local sobre a venda do Estádio Municipal. O autarca Ricardo Rio deu novo corpo à intenção que já havia manifestado no passado recente, voltando a argumentar que o recinto "tem sido um fator de entropia enorme para a gestão financeira" da edilidade. "Trata-se de uma obra cujo orçamento inicial era de 65 milhões de euros e que à data de hoje se cifra em 165 milhões, podendo mesmo ultrapassar os 180 milhões", referiu, de acordo com a nota de imprensa emitida pela autarquia.

Ricardo Rio garantiu que o referendo só será realizado depois das eleições legislativas de outubro próximo e que a verba resultante da venda permitirá libertar verbas para a remodelação do Estádio 1º de Maio. Se os eleitores bracarenses aprovarem a venda do Estádio, o protocolo que permite ao Sp. Braga utilizar o recinto até 2030 será respeitado.

O Sp. Braga não se pronunciou sobre o assunto. Recorde-se que, em julho passado, António Salvador comentou a intenção da Câmara em vender o estádio: "Não temos nada a ver com isso, é um assunto da câmara. Não estou a ver qual a entidade que vai comprar uma obra daquelas. Não é uma coisa com que o Sp. Braga tem que se preocupar neste momento."
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Braga

Notícias

Notícias Mais Vistas