A contestação dos leões

Recurso contra a penhora exigida pela Doyen

• Foto: Fernando Ferreira

Recurso

A Doyen requereu a penhora de bens no valor da dívida que reclama do Sporting no âmbito da decisão do TAS. O clube de Alvalade recorreu da pretensão para o Tribunal da Relação de Lisboa, como prova o documento a que Record teve acesso.

Irrelevante?

No ponto 12 do recurso, o Sporting questiona a validade da pretensão da Doyen em requerer a penhora na Justiça civil. "O eventual direito [da Doyen, em garantir caução] já se encontra perfeitamente garantido e assegurado", via UEFA, argumentam os leões. Assim sendo, lê-se no documento, a questão "sempre se torna vazia de interesse".

UEFA garante

A argumentação leonina remete, no ponto 12, para a "penhora a favor" da Doyen "decretada desde 12 de janeiro", sobre "todos os créditos" de que o Sporting "é titular perante a UEFA, designadamente prémios de participação no valor global dos montantes em que a sentença arbitral [do TAS] condenou" a SAD.

Assinatura

O recurso é assinado pelo advogado José Carlos Oliveira, sendo indicada morada em Alvalade.

12
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.