Acuña e Diogo Viana pegaram-se

Uma reposição de bola acabou por originar uma confusão que até envolveu os bancos

• Foto: Paulo Calado

Os instantes finais do jogo, após o golo de Fredy, foram vividos com forte intensidade pelos intervenientes. Diogo Viana e Acuña acabaram mesmo por pegar-se e originaram uma enorme confusão que envolveu os bancos das duas equipas, que procuraram separar os jogadores.

A situação começou com uma falta favorável ao Sporting, perto do banco de suplentes leonino. Naturalmente, com os azuis à procura do empate, Diogo Viana pretendia que o lance fosse cobrado rapidamente e chegou-se perto de um dos apanha-bolas para fazer o lançamento, uma situação que foi dificultada por Acuña, que conseguiu travar esta ação com o corpo. O médio-ofensivo azul, adaptado a lateral-direito, não gostou desta intervenção e questionou o argentino, que não deixou de encarar o seu adversário. Como toda a ação se passou junto aos dois bancos rapidamente se gerou uma confusão em que intervieram técnicos, dirigentes e os futebolistas que estavam sentados.

Medida salomónica

Mediante toda a confusão, o árbitro João Capela acabou por afastar-se da zona para poder agir em conformidade no capítulo disciplinar. Como o conflito foi rapidamente sanado, os dois jogadores viram o cartão amarelo e a partida recomeçou. Já após o apito final Diogo Viana ainda se tentou aproximar de Acuña, mas foi travado pelos companheiros de equipa.

Por João Soares Ribeiro e Ricardo Granada
8
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.