Acuña: «Gosto muito do futebol da Premier League»

Confirma a proposta do Boca, mas reitera que o Sporting só aceitava a saída por 20 milhões

• Foto: Luís Manuel Neves

Depois de vários avanços e recuos no que à saída diz respeito, Marcos Acuña acabou por ficar em Alvalade pelo menos até final da época. Isto porque, além do facto de o internacional argentino ter estado com pé e meio fora do clube durante o último mercado de inverno, há vários emblemas que continuam muito atentos às suas exibições e, se surgir a oferta certa (nunca inferior a 20 milhões), o Sporting não dirá que não.

Em declarações prestadas à ESPN, o camisola 9 do Sporting, de 27 anos, confirmou a proposta do Boca (à qual se juntou a do Zenit), mas sublinhou que Frederico Varandas não mostrou grande margem para negociar: os já referidos 20 milhões de euros foram estabelecidos como valor mínimo para viabilizar a saída do polivalente médio, um preço que poderá subir no verão, isto se Acuña continuar a deixar boas indicações no clube e, especialmente, ao serviço da sua seleção, na Copa América.

"É verdade que o Boca apresentou uma oferta ao Sporting, mas eles pediram 20 milhões de euros, como sempre. Mas não me vejo a voltar à Argentina agora", começou por dizer Marcos Acuña, completando: "Aspiro a um bocado mais: Espanha, Itália ou Inglaterra. Gosto muito do futebol que se joga na Premier League."

Sem resposta para BdC

Confrontado com tudo aquilo que aconteceu em Alvalade nos últimos meses, especialmente a destituição de Bruno de Carvalho, o jogador preferiu escudar-se no silêncio, de forma a não alimentar mais polémicas que envolvam o seu nome e o do ex-presidente dos leões. "Prefiro não falar do ex-presidente do Sporting, porque não sei qual será a sua reação."

Acuña foi acusado por BdC de ter mostrado intenção em rescindir contrato, ato que não foi concretizado devido a questões burocráticas. Entretanto, a mulher do jogador recorreu às redes sociais para desmentir as acusações.

Regressa após castigo na UEFA

Cumprido o castigo de um jogo na deslocação do Sporting a Espanha, aplicado após ter sido expulso no encontro da 1.ª mão dos 16 avos-de-final com o Villarreal, Marcos Acuña estará de regresso ao onze já no embate com o Marítimo. O internacional argentino apresenta-se como um dos jogadores mais importantes na estratégia de Marcel Keizer, principalmente se o treinador holandês mantiver o 3x4x3 apresentado nos últimos dois jogos do Sporting.

Por Alexandre Carvalho e Ricardo Granada
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0