O nosso website armazena cookies no seu equipamento que são utilizados para assegurar funcionalidades que lhe permitem uma melhor experiência de navegação e utilização. Ao prosseguir com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a Politica de Cookies Cofina

Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Álvaro Sobrinho: «Faremos de tudo para demitir imediatamente a direção do clube»

Se Bruno de Carvalho não se demitir, Holdimo vai tomar uma posição

• Foto: Vítor Chi
Álvaro Sobrinho, líder da Holdimo, segundo maior acionista da Sporting SAD, não tem dúvidas de que Bruno de Carvalho não tem condições para continuar.

"Eu acho que ele tem de se demitir. Não tem condições nenhumas para se manter na direção. Ele pode até não se demitir do Sporting Clube de Portugal, mas uma coisa é certa, pela Sporting SAD faremos de tudo, absolutamente tudo, para que haja uma Assembleia Geral urgente para demitir imediatamente a direção do clube. Portanto, o objeto é este. Ele só não será demitido se o Sporting Clube de Portugal entender não demiti-lo. E aí a Holdimo terá de rever a sua posição, mas não acredito nisso. Não acredito que o Sporting neste momento faça uma AG, acho até que nem vai participar nessa Assembleia, pode ser a Holdimo a única a participar e se for a única a participar, porque há problemas no Sporting Clube Portugal, inclusive para realizar uma AG para dar mandato exclusivo para nomeação dos órgãos sociais da SAD, entretanto se só está a Holdimo, a Holdimo obviamente que se o senhor não se demitir, a Holdimo irá propor a demissão", afirmou em declarações à SIC Notícias.

Já relativamente ao facto de os jogadores poderem sair em debandada, alegando justa causa para rescindirem os contratos, Álvaro Sobrinho não teme esse cenário e reforça o apoio aos jogadores e equipa técnica.

"Não, por isso é que a Holdimo fez vários comunicados em defesa dos jogadores, para transmitir o máximo de tranquilidade. Aliás, o primeiro comunicado da Holdimo diz exatamente isso. Não podemos confundir uma árvore com a floresta, nós estamos aqui para dar todo o apoio à equipa de futebol e à equipa técnica do Sporting SAD. A Holdimo sempre apoiou e apoiará os jogadores que são o principal ativo", sublinhou.

Quando confrontado com a possibilidade de Bruno de Carvalho poder estar envolvido nas agressões na Academia, Sobrinho não acredita e recorda a posição da Holdimo em episódios anteriores.

"Isso não sei, não sou investigador. Mas ele fez uma declaração e a Holdimo manifestou-se contra. Foi quando decidiu suspender toda a equipa de futebol. Foi a Holdimo que tomou uma posição de não aceitação dessa decisão da direção da Sporting SAD, não foi do Sporting Clube de Portugal e portanto nós fomos os primeiro a votar imediatamente contra e a dizer que era inaceitável, acho que foi a partir daí que a Holdimo perdeu toda a confiança na direção", declarou.

Relativamente a alternativas para assumir a presidência da Sporting SAD, o líder da Holdimo não menciona nomes, mas aponta para um novo estilo de gestão.

"Eu não tenho em mente alternativa nenhuma, até porque o maior acionista é o Sporting Clube de Portugal. Agora, não tenho absolutamente dúvida nenhuma que no futuro temos de pensar numa equipa mais profissional. Aliás, o Sporting tem uma história que marca o futebol português e portanto não podemos pensar no futuro, numa SAD, que não seja uma equipa profissional e que quem esteja à frente da Sporting SAD pense, de facto, que em cada ano os ativos têm de ser valorizados e o futebol é o principal ativo da SAD. Acho que a próxima escolha deve ser feita como uma escolha racional de gestão e não como uma escolha emocional, só por ser adepto do Sporting Clube de Portugal", concluiu.
Por Luís Magalhães
17
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M