André Bernardo vai substituir Miguel Cal na SAD do Sporting

Novo administrador é amigo de Frederico Varandas desde os tempos da escola

Já era a hipótese mais forte para o cargo e agora a decisão está tomada: André Bernardo vai passar a ser administrador-executivo da SAD do Sporting, ocupando o lugar deixado vago pela renúncia de Miguel Cal. A comunicação oficial à CMVM deverá ser feita durante a próxima semana.

André Bernardo foi eleito na lista de Frederico Varandas para o Conselho Diretivo, como suplente. Com a saída, em dezembro, de Francisco Rodrigues dos Santos, que assumiu entretanto a liderança do CDS-PP, Bernardo passou a membro efetivo da direção, cargo que continuará a ocupar. Aliás, dos cinco administradores da SAD, apenas um não faz parte do Conselho Diretivo: Nuno Correia da Silva, administrador não-executivo, indicado pela Holdimo, de Álvaro Sobrinho. Frederico Varandas (presidente), Francisco Salgado Zenha e João Sampaio (vice-presidentes) são os restantes três elementos do Conselho de Administração.

O novo administrador da sociedade que gere o futebol do Sporting estava, como Record noticiou, no topo de uma lista de possibilidades na qual figuravam ainda Miguel Nogueira Leite, responsável pelas relações institucionais, e Rahim Ahamad, nome que também chegou a ser cogitado.

André Bernardo é próximo de Frederico Varandas e já integrava o Conselho Estratégico de Comunicação. Frequentou, como o presidente dos leões, o liceu D. Filipa de Lencastre, em Lisboa, e fazia parte do seu núcleo duro de amigos. Ao contrário de Frederico Varandas, porém, garante a Record fonte oficial do Sporting, André Bernardo nunca chegou a pertencer à Juventude Leonina. O presidente dos leões passou pela claque nos anos 1990.

Como se pode ler no último relatório anual da SAD, "a Administração da Sociedade é exercida por um Conselho de Administração composto por um número não inferior a três, nem superior a onze" elementos. "O Conselho de Administração pode deliberar a nomeação de novos administradores por cooptação."

Miguel Cal era remunerado e tinha os pelouros estratégico, de marketing e operacional, os mesmos que passam agora para a esfera de competências de André Bernardo. O antigo administrador manterá uma ligação à SAD como responsável pelos contactos internacionais mas poderá exercer a sua atividade profissional noutra empresa (antes trabalhava na consultora McKinsey International mas desvinculou-se).

[Notícia atualizada às 19h55]

Por Vítor Almeida Gonçalves
10
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0