Apenas seis foram poupados ao 'furacão' Jesus

Do plantel que recebeu treinador leonino já viu partirem 15 futebolistas

• Foto: Fernando Ferreira

Dia 1 de julho de 2015. Jorge Jesus é apresentado com pompa e circunstância no relvado do Estádio José Alvalade, após falhar a renovação de contrato com o eterno rival, o Benfica. No primeiro discurso, o técnico natural da Amadora assume que, a partir daquele momento, deixam de existir dois candidatos ao título. Passam a haver três e o terceiro é, evidentemente... o Sporting.

O técnico leonino não esclarece, todavia, naquele momento, que necessita de alterar por completo a constituição do plantel verde e branco para conseguir esse objetivo, um objetivo que escapa aos leões vai para 15 anos. Depois de falhar por pouco, na primeira tentativa, Jorge Jesus vai tentar de novo, com um plantel em que já só restam seis elementos daquele que herdou quando chegou a Alvalade.

Os sobreviventes são Rui Patrício, Jefferson, Paulo Oliveira, Ricardo Esgaio, William Carvalho e Adrien Silva. Todos os restantes - e eram mais 11 - rumaram a outras paragens, por diversos motivos, não apenas imputáveis ao treinador principal. É evidente que situações como as de João Mário, Islam Slimani ou André Carrillo não são responsabilidade de Jorge Jesus. Nos dois primeiros casos, o dinheiro acabou por falar mais alto; no terceiro, foi o peruano quem decidiu o seu destino.

Nos restantes casos, o treinador, de 61 anos, deu certamente o aval para as saídas de Marcelo Boeck, Jonathan Silva, Ewerton, Tobias Figueiredo, André Martins, Junya Tanaka, Freddy Montero e Carlos Mané. A estes juntam-se outros nomes, que foram contratados para reforçar o elenco comandado por Jesus e que, entretanto, também já deixaram Portugal. São os exemplos de Naldo, Aquilani, Teo Gutiérrez e Hernan Barcos.

Para fazer face às 15 baixas verificadas em apenas um ano e provocadas pelo 'furacão' Jesus, foram contratados esta temporada mais 12 jogadores, que se juntam àqueles que chegaram na época passada e aumentam substancialmente o leque de opções do treinador para enfrantar os desafios que se lhe deparam: conquistar finalmente o título de campeão nacional e fazer boa figura nas competições europeias.

Analisemos, então, de forma mais detalhada a composição do plantel verde e branco:

O que herdou Jesus e manteve?
Rui Patrício, Jefferson, Paulo Oliveira, Ricardo Esgaio, William Carvalho e Adrien Silva.

O que integrou Jesus na primeira época... e manteve?
Azbe Jug, Ezequiel Schelotto, Sebastián Coates, João Pereira, Marvin Zeegelaar, Rúben Semedo, Bruno César, Bruno Paulista, Bryan Ruiz, Gelson Martins e Matheus Pereira.

Quais os craques que chegam agora?
Beto, Douglas, Elias, Petrovic, Meli, Markovic, Campbell, André, Castaignos, Bas Dost, Spalvis e Alan Ruiz.

Por João Lopes
19
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.