Contas aprovadas à tangente numa Assembleia Geral com contestação a Varandas

Vários adeptos pediram a demissão do atual presidente, que viu o Relatório e Contas de 18/19 aprovados com mais votos a favor e mais votantes contra

Frederico Varandas viu o Relatório e Contas da época passada aprovado com 52,95% dos votos a favor mas mais votantes contra (55,92%). Isto numa Assembleia Geral quente em que o presidente do Sporting voltou a ser contestado por uma franja de adeptos defensores de Bruno de Carvalho e também das claques. 

Resultados da AG: No que respeita a votos, foram 52,95% a favor e 47,05% contra, num total de 7431 votos. Quando a votantes (1352), 55,92% (756) votaram contra, ao passo que 44,08% (596) votaram a favor. Apesar de mais associados terem votado contra, o facto de alguns sócios terem mais votos acabou por desequilibrar a balança.

Varandas riu-se das críticas de Sousa Cintra e falou em "ridículo" quando questionado sobre demissão
TUDO O QUE SE PASSOU NA AG:

23h55 - RELATÓRIO E CONTAS DE 2018/19 APROVADO COM 52,95% DOS VOTOS! Houve, no entanto, mais sócios a votar contra (55,92) do que a favor (44,08%), o que acontece devido ao número de votos de que cada associado dispõe. No que respeita a votos, foram 52,95% a favor e 47,05% contra, num total de 7431 votos. Quando a votantes (1352), 55,92% (756) votaram contra, ao passo que 44,08% (596) votaram a favor.

23h52 -
O resultado deverá ser anunciado em breve.

23h20 -
Urnas encerradas.

23h17 - Rogério Alves
fez um curto comentário na sequência das críticas de Miguel Afonso ao judoca Jorge Fonseca, afirmando que "nesta assembleia não há ninguém que não fique contente pela vitória do Jorge Fonseca".

23h15 -
No final do discurso de Varandas, uma bancada entoou gritos de demissão e noutra ouviram-se palmas. O presidente estava mais exaltado na parte final do seu discurso e deixou claro: "Não fomos nós que tirámos a direção de Bruno de Carvalho do Sporting. Foram os 70% de sócios que votaram que tiraram Bruno de Carvalho do Sporting."

23h14
- Rogério Alves, presidente da mesa da AG, anuncia que em breve vão encerrar as urnas.

23h12 - Sobre o polémico tema do aumento de salários, os elementos da direção disseram várias vezes que recebem menos que do que a anterior direção.

23h03 -
Frederico Varandas usa agora da palavra.

Sousa Cintra visa Varandas: «Parece que é dono da quinta...»
23h02 - Miguel Afonso, vogal da direção do Sporting, disse que Jorge Fonseca teve uma má atitude depois de ser campeão mundial e, segundo o dirigente, colocou o seu ego acima do clube.

22h55 -
Os dirigentes leoninos continuam a responder às questões dos sócios.

22h42 -
Agora é a vez de João Sampaio falar nesta reunião magna.

22h40
- Usa da palavra Filipe Osório de Castro.

22h26 -
Terminadas as intervenções dos sócios, Salgado Zenha vai responder a algumas das questões colocadas.

22h17 - 
Número final de sócios inscritos para votarem: 1405

Os assobios a Sousa Cintra que o impediram de falar na AG do Sporting
22h16 - Sousa Cintra prepara-se para falar e é vaiado. Os apupos foram de tal ordem que não conseguiu falar...

22h09 -
Num outro discurso a favor de Varandas, um sócio criticou o comportamento de alguns nesta AG - dizendo mesmo que "este comportamento já parecia o de outras assembleias em que apertavam o pescoço" - e revelou que em reuniões anteriores lhe riscaram o carro.

22h03 -
Pela primeira vez nesta AG, um discurso a favor de Varandas. Um sócio que reprovou o comportamento de alguns adeptos nesta noite e a elogiar o trabalho da atual direção.

21h59 -
 Um dos sócios criticou as condições das modalidades do Sporting, dizendo que tem uma filha na natação onde os chuveiros estão degradados, a água sempre fria e dando ainda conta de outros problemas. Este associado trouxe mesmo umas fotografias e deixou-as na mesa de Varandas.

Refira-se que aqueles que não fazem parte do lote de apoiantes de Bruno de Carvalho entram, votam e saem, ficando apenas os contestatários de Varanda no pavilhão.


21h43
- Já falaram oito sócios, todos com discursos críticos relativamente a Frederico Varandas. Um deles terminou mesmo a dizer "vá brincar com o c... que o f..."

28 sócios inscreveram-se para poderem discursar.


21h29 - No seu discurso, o vice-presidente Francisco Salgado Zenha afirmou que a perspetiva futura é positiva.

Brunistas e elementos das claques chamam "ditador" a Frederico Varandas
No seu discurso, Varandas salientou que "tem como objetivo entregar o clube em condições melhores do que aquelas em que o recebeu". "E vamos cumpri-lo", vincou.

21h19 -
Entre sócios afetos a Bruno de Carvalho estão alguns 'casual' da Juventude Leonina, num grupo que tem pedido insistentemente a demissão de Varandas. Além de "demissão", gritou-se "ditador."

21h11 -
Estão 1025 sócios já credenciados. Pedro Madeira Rodrigues também chegou ao pavilhão.

21h08 -
Miguel Fonseca, advogado de Bruno de Carvalho, usa da palavra.

Ex-candidatos e dirigentes, as tarjas e policiamento apertado: as imagens antes da AG do Sporting
21h06 - Os três sócios que usaram da palavra na AG até ao momento criticaram Varandas e a mesa da AG por terem colocado a votação a decorrer antes que fossem lidos os detalhes da reestruturação financeira.

20h52 -
João Benedito chega ao Pavilhão e diz que falará dentro do recinto.

20h50
- Frederico Varandas já discursou, tendo novamente recebido vaias e aplausos no final do discurso. Entretanto, os seguranças tentam tirar do recinto dois adeptos mais exaltados, pertencentes às claques.

Há sócios que vão votando e logo em seguinda abandonando o Pavilhão João Rocha


20h37 -
Vaias para Rogério Alves, presidente da MAG, quando falou sobre Jorge Fonseca, campeão mundial de judo. Frederico Varandas recebe também vaias mas igualmente alguns aplausos.

20h36 -
Acreditados até ao momento 596 sócios. Rogério Alves dá início à reunião magna. Entretanto, cá fora, os associados continuam a entrar de forma tranquila. Zeferino Boal é um deles.

20h32 -
AG prestes a começar.

Tarja contra Varandas colocada à entrada do Pavilhão, antes da AG
20h10 - Como ainda não está um número suficiente de sócios, os trabalhos ainda não começaram.

Ontem, em comunicado, o Sporting explicou como irá ser feita esta AG:


19h00: abertura das portas do Pavilhão João Rocha;

20h00: hora marcada para o início da Assembleia Geral (AG);

20h30: hora prevista para o efectivo início da AG, tendo em conta que pelas 20h00 não estarão presentes mais de metade dos Sócios com direito a voto;

A partir das 20h30 iniciar-se-á, desde logo, a votação, para quem pretenda fazê-lo;

22h00: Hora designada para o fim da credenciação na entrada do Pavilhão, sendo admitida essa entrada para quem, a essa hora, esteja na respectiva fila;

Após o efectivo encerramento da credenciação, isto é, quando todas as pessoas que, pelas 22h00, estiverem na fila para entrar no Pavilhão, acederem ao interior, proceder-se-á ao encerramento das filas de votação, mediante um aviso que será feito com antecedência, para que, quem estiver em condições de votar e o não haja ainda feito, se possa dirigir para o local respectivo onde deverá exercer o seu direito.

------------------------------------

O primeiro ano de Frederico Varandas à frente do Sporting vai ser hoje escrutinado pelos sócios, numa assembleia geral ordinária marcada para analisar, discutir e votar o relatório e contas do exercício 2018/19, mas que será aproveitada pelos participantes para trazer a lume outros assuntos da atualidade do clube. Acompanhe tudo em direto!

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.