Ataque à Academia: médico relata como família "exemplar" de arguido sofreu com a detenção

Virgílio Abreu ouvido em mais mais uma sessão do julgamento

• Foto: João Miguel Rodrigues

A sessão desta quinta-feira do julgamento do ataque à Academia começou com o depoimento do médico Virgílio Abreu, que revelou ter ficado muito surpreendido por ver o arguido Afonso Ferreira envolvido no caso, já que conhece bem a sua família.

"Sou muito amigo da família, sou quase familiar. Fui médico do bisavô e do avô. Moraram por baixo de mim. É uma pessoa que conheço desde a nascença", conta Virgílio Abreu, sobre Afonso Ferreira.

"Vi o trauma que causou na família, pessoas bem formadas, educadas. Todos sócios do Sporting desde que nasceram. Tenho uma amizade extrema por aquela família. Fiquei surpreendido, porque sei qual é a estirpe da família. É um jovem que desde sempre foi bom aluno, muito educado, correto, daí a minha surpresa por ele estar envolvido nisto. Nada fazia prever, às vezes o futebol traz comportamentos desajustados. Às vezes cometemos erros e fazemos coisas que não devíamos. O que posso dizer é que é uma família exemplar e muito unida. Todos sofreram. Não houve ninguém que não sofresse", referiu.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0