Augusto Inácio: «Administração do Sporting entende que já não faço falta»

Oficializou ontem a saída dos leões

• Foto: Miguel Barreira

Augusto Inácio cessou funções no Sporting, depois de uma troca de correspondência com a administração da SAD. O dirigente já tinha assinado toda a documentação e ontem foi a vez de os leões ratificarem o acordo. Augusto Inácio tinha contrato até 2021, mas abdicou dos três anos de ligação que ainda restavam (coincidentes com o que seria o final do mandato de Bruno de Carvalho), recebendo apenas o vencimento de setembro, já que foi o último mês que trabalhou.

Na hora de fazer um balanço dos cerca de quatro meses no clube, Inácio negou qualquer problema com os jogadores ou José Peseiro, algo que chegou a ser noticiado, e explicou que nunca dificultou a saída do Sporting, como de resto o próprio acordo consubstancia.

"Andaram a dizer mentiras. Primeiro, era o Peseiro e os jogadores que não se davam comigo. Depois, estava a pedir muito dinheiro e a dificultar a saída. É mentira e é denegrir a imagem de uma pessoa. Até disseram que cheguei ao meu gabinete e já estava ocupado. Uma vergonha. Eu nem à Academia fui. Ia para a SAD, para o Sporting; não para a Academia. É só perguntar ao Peseiro e aos jogadores se se davam mal comigo. Como se vê, abdiquei de três anos de contrato e recebi única e exclusivamente até ao último dia que trabalhei. Não dificultei nada. Aliás, antes das eleições, já tinha dito que nunca seria um problema, seria sempre uma solução. Aqui está a prova. Nunca fui problema", afirmou Augusto Inácio, de 63 anos, a Record.

O dirigente lembrou também a sua disponibilidade para "ajudar" o clube ao longo dos últimos anos e desejou, por último, todo o sucesso para o futuro. "Sempre que o Sporting precisou de mim, eu disse presente. Em momentos muito complicados e difíceis, eu disse presente e estava pronto para ajudar. Esta administração entende que já não faço falta, tudo bem. Desejo é que tenham sucesso. O sucesso deles é o sucesso do Sporting. Agora, quando o Sporting precisou de mim, estive sempre de alma e coração", reiterou Inácio.

Confiante para o futuro

A experiência adquirida por Inácio no futebol permite-lhe trabalhar como técnico ou dirigente, uma valia que o leva a encarar o futuro com otimismo.

"Vão abrir-se portas. Estou à vontade tanto como diretor como estou para o treino", confidencia a Record , antes de deixar uma garantia: "Enquanto for diretor, nunca serei treinador. Foi assim no Sporting com Leonardo Jardim e Marco Silva, e foi assim agora. Enquanto estiver no cargo de diretor, só serei diretor. Se o mesmo clube me convidar para ser treinador, não aceito. Agora, se estiver fora e me convidarem para treinador, já é diferente."

Também já com currículo no estrangeiro após ter trabalhado em destinos como o Egito, Angola, Grécia, Roménia, Irão e Qatar, o antigo internacional português vai esperar que o telefone volte a tocar. "Agora depende dos convites. A perspetiva no futebol hoje é mais abrangente", assume Inácio, que também já foi comentador televisivo antes de ter voltado a Alvalade.

De jogador a dirigente

Lisboeta de gema, Augusto Inácio fez a sua formação no Sporting, clube onde se estreou como profissional na época 1974/75. Representou o clube de Alvalade por oito temporadas antes de ter ingressado no FC Porto, um período que lhe permitiu conquistar dois campeonatos e outras tantas Taças.

O seu momento de glória foi alcançado como treinador, em 1999/2000, quando foi chamado para render Materazzi e se sagrou campeão nacional, interrompendo um jejum de 18 anos. Acabou por sair na época seguinte, mas capitalizou este sucesso e regressou em 2013, como diretor para o futebol já no mandato de Bruno de Carvalho.

Trabalhou com Leonardo Jardim e Marco Silva, mas com a chegada de Jesus perdeu margem de manobra, e acabou por sair. Regressou no passado mês de maio, ainda com BdC, para ocupar a antiga função, tendo assinado até 2021. Com a destituição voltou a perder espaço e acabou por negociar a rescisão com Frederico Varandas.

Por Alexandre Moita e Vítor Almeida Gonçalves
29
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Rostov (F) - Zenit S. Petersburgo (F)8.65.091.19 Nasaf Qarshi - FC Alay1.076.5517.01 Aktobe - Kaisar Kyzylorda1.813.283.43 Guangzhou City - Cangzhou Mighty Lions1.993.283.42 Krasnodar (F) - Enisey Krasnoyarsk (F)1.833.133.5 Gwambina - JKT Tanzania1.912.863.6 Gol Gohar - Zob Ahan1.912.594.16 Aluminium Arak - Shahr Khodro2.542.312.82 OTMK Olmaliq - Bunyodkor2.032.982.85 Nassaji Mazandaran - Foolad Khuzestan2.82.332.55
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.