Augusto Inácio: «Há problemas graves no Benfica que são camuflados»

Dirigente revela tentativa de "desestabilizar o Sporting"

• Foto: Paulo Henriques

Questionado sobre a polémica dos panfletos colocados a circular em Lisboa durante a semana, Augusto Inácio considerou que estes movimentos terão partido do Benfica. Segundo o diretor de relações externas dos leões, neste momento "tudo serve e vale para se ganhar".

"A comunicação do Benfica tenta desestabilizar o Sporting. Oposição interna? Mas qual oposição interna? Estamos a oito jogos do final, o Benfica a nove. Tudo serve e tudo vale para se ganhar. É uma forma de tentar desestabilizar internamente. Não vão conseguir. Agora recentemente interessa focar entre Bruno de Carvalho e Jorge Jesus. Os problemas do Benfica passam ao lado, há problemas graves que são camuflados. Mas isto é para ver se conseguem desestabilizar. Não vou dizer a 100%, mas tenho quase a certeza que não vão conseguir. Essas manobras, coisas baixas, jogos sujos por baixo da mesa, para tentar ganhar campeonatos, podem ser uma arma de arremesso ao contrário...", advertiu o dirigente leonino, no programa Play-Off, da SIC Notícias.

"Disse-se que se ia jogar muito fora das quatro linhas. Cada vez mais se acentua isso mesmo. Há gente que ataca o Sporting de uma maneira cruel. Vou dizer nomes, para não dizerem que não digo nomes. Podem dizer as mentiras que quiserem, que não se pagam salários, que o Jessu não se dá com o presidente. Querem calar o Sporting, para desestabilizar. Não interessa falar mais de vouchers, do Marco Ferreira, que marcou o último penálti contra o Benfica e depois desceu de divisão. As declarações dele, que passaram de forma supersónica, porque a imprensa não falou mais delas. Depois há os adversários que vêm a público defender os jogadores do Benfica", atirou Augusto Inácio.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.