Bas Dost fala em "terror"

No depoimento sobre o ataque a Alcochete

• Foto: Pedro Simões

De acordo com o ‘Correio da Manhã’, o depoimento de Bas Dost após o ataque à Academia de Alcochete, recolhido em agosto, mostrou alguém ainda completamente devastado pelas circunstâncias, intimidado pela situação vivida em maio e, acima de tudo, aterrorizado pela forma como foi maltratado pelos invasores.

Segundo a mesma fonte, Bas Dost falou em "terror", "medo" e disse que o jogo com o Desp. Aves, na final da Taça de Portugal, foi o "pior jogo" da sua vida, tendo falhado passes que nunca falharia. Aliás, Virgílio Abreu, antigo elemento do departamento médico dos leões, revelou ter visto Bas Dost a chorar após ter sido violentamente agredido na Academia de Alcochete: "Estava desolado, frustrado."

Bruno Fernandes, seguindo a mesma tónica, referiu que o ataque foi "aterrorizante" e que continuou a ser "insultado" nos dias que se seguiram.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.