Bruno de Carvalho: «Campanha de baixo nível contra mim»

entrevista rtpn

Bruno de Carvalho: «Campanha de baixo nível contra mim»
Bruno de Carvalho: «Campanha de baixo nível contra mim»

Bruno de Carvalho iniciou a sua participação no debate da RTP N, entre os 5 candidatos à presidência do Sporting, comentando as mais recentes sondagens que lhe dão uma percentagem de votos.

“Não me surpreendeu a sondagem, nem deixou de surpreender. Não estou preocupado com sondagens. Os sócios devem perceber que dia 26 é um dia fundamental para o futuro do clube e não se devem deixar ir pelas sondagens. Sei que as sondagens provocaram algum desespero a muita gente, mas a mim não me provocou nada. Somos a candidatura com ideias e soluções. O último debate correu muito bem, tenho é pena que a seguir a lista do senhor Godinho Lopes tenha feito uma campanha de baixo nível contra mim. Tenho servido mais o clube eu que qualquer uma das outras candidaturas. Só me atacam pela parte das minhas empresas e não do clube”, disse.

Bruno Carvalho defendeu o técnico escolhido por si, depois dos outros candidatos terem avaliado Marco van Basten como um treinador sem qualidade para o Sporting.

“Marco van Basten deve estar contente de saber que foi oferecido ao Godinho Lopes e ao Abrantes Mendes. Van Basten é muito mais que um ex-jogador famoso. Trabalhou nas bases do Ajax e quando esteve na Holanda praticou aquele que era considerado no site da UEFA o futebol mais bonito a par da Espanha”, referiu o candidato da Lista C, insistindo que Godinho Lopes negociou com o escocês Martin 0’Neill.

Bruno de Carvalho respondeu ainda às acusações de Godinho Lopes, depois deste dizer que não ia deixar passar as mesmas mentiras do primeiro debate realizado entre todos os candidatos: “Só não apresentou o Domingos Paciência porque não sabe se ele lhe dará a vitória ou não. Já se percebeu neste momento quem tem a credibilidade e quem não tem”.

Bruno de Carvalho prosseguiu falando do treinador de outra lista e comparando o caso de Van Basten com Rijkaard

“O Rijkaard também não teve sucesso no último clube por onde passou (Galatasaray) e não é por isso que digo se é bom ou se é mau. Por iniciativa dos sportinguistas estiveram 800 pessoas para receber o Marco Van Basten. Finalmente voltamos a ver os sportinguistas unidos”, disse.

“Tenho um programa claro para o Sporting, quer para o futebol, para os núcleos e para outras atividades e os outros candidatos têm aproveitado isso desde o início”, explicou.

Carvalho questionou ainda a paixão futebolística de Pedro Baltazar: “Você percebe de futebol só porque tem sete satélites e quatro plasmas em casa?”

E terminou a primeira parte do debate da RTP N enumerando os elementos da continuidade da lista de Godinho Lopes: Rogério Alves, Nobre Guedes, entre outros...

Na segunda parte do programa Bruno de Carvalho falou sobre o seu fundo de investimento russo de 50 milhões de euros, que diz ter: "Até agora temos sido a única candidatura que temos apresentado programa e soluções. O que eu disse era que tinha a garantia de trazer os 50 milhões, que fossem essenciais para o nosso modelo de negócio."

“Mas porque é que os 50 milhões são um milagre? Porque é que não são fáceis de arranjar? O Sporting nunca conseguiu fazer isso porque nunca tentou. Dizia-se que eu era novo demais só porque Pedro Baltazar com 51 anos tinha que se esforçar muito para conseguir um milhão. Nós vamos ter um contrato com os investidores, que se vai regular por todos os parâmetros que já tive oportunidade em referir antes”, terminou dando o exemplo do fundo do Benfica como aquilo que quer implementar no Sporting", retorquiu.

Bruno de Carvalho explicou ainda qual será a sua relação com os outros dois grandes de Portugal (FC Porto e Benfica), caso vença as eleições à presidência do Sporting: "Desde que o Benfica o FC Porto compreendam que o Sporting vai lutar pelo seu lugar, que é a liderança do futebol português, a relação vai ser de respeito. Vou querer fazer com que o Sporting seja respeitado, porque não podemos continuar a ser desrespeitados por todos, como por exemplo pelas arbitragens."

“O Sporting tem que ocupar e estar presente, ter uma voz ativa, nos órgãos da Liga. Temos na nossa lista uma pessoa que foi vice da Federação, do conselho arbitragem, da A.F. Coimbra,...”, finalizou.

Bruno de Carvalho finalizou a sua participação no debate da RTP N deixando a sua opinião sobre o atual plantel do Sporting.

“É preciso reforçar a equipa, mas é preciso ainda mais é dar força para que a equipa consiga cumprir os objetivos esta época. Queremos um novo ciclo que termine com este afastamento dos sócios, adeptos e família leonina”.

“Tenho pena que Godinho Lopes não critique as declarações de Luís Duque que disse que o plantel precisava de uma vassourada. Continuamos numa campanha de falácias.”

83
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.