Bruno de Carvalho continua suspenso: as consequências e os próximos passos

Ex-presidente do Sporting pode ainda recorrer para os tribunais civis

• Foto: Duarte Roriz

Os sócios do Sporting decidiram este sábado de madrugada em Assembleia Geral (AG) que a sanção a Bruno de Carvalho deverá manter-se, o que significa que o ex-presidente do Sporting continuará suspenso da condição de associado durante um ano, uma pena que lhe havia sido aplicada pela anterior Comissão de Fiscalização.

No entanto, como Rogério Alves, presidente da mesa da AG, já tinha explicado, o antigo líder verde e branco poderá sempre recorrer para os tribunais civis. Porém, Bruno de Carvalho entende que esta sanção por si só já será impeditiva de uma candidatura ao próximo ato eleitoral do Sporting, devido à regra do pagamento ininterrupto de cinco anos de quotas.

Irmã de Bruno de Carvalho leu discurso do ex-presidente do Sporting e os sócios reagiram assim
Proceso de expulsão

Mesmo que os sócios tivessem optado hoje pela despenalização de Bruno de Carvalho, este continuaria afastado temporariamente da condição de associado. Isto porque o ex-presidente continua suspenso preventivamente em virtude de um segundo processo que continua a ser apreciado pelo Conselho Fiscal e Disciplinar (CFD), mais concretamente o da sua expulsão de sócio.

BdC, tal como Alexandre Godinho e Luís Gestas, arriscam penas de expulsão no âmbito desses processos, que não estiveram em debate na AG deste sábado, visto que o CFD ainda não deliberou sobre os mesmos (só depois disso é que poderá haver recursos para a AG).

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas