Bruno de Carvalho não deixou passar em claro as considerações de Jorge Jesus sobre o post do seu pai, Rui de Carvalho, que após o dérbi com o Benfica questionou, no Facebook, a necessidade de "aumentar o salário do treinador" para que a equipa vencesse. Em entrevista à Sporting TV, o presidente do Sporting mostrou-se claramente insatisfeito por o treinador ter abordado a situação publicamente, visando diretamente algumas pessoas ligadas ao amadorense que, assegura, também estão na génese de algumas "alarvidades e mentiras".

"[Jorge Jesus] Tem o direito de ter opinião. Também tinha pedido internamente às pessoas para não comentarem o caso e, por isso, tenho pena que comentem. Não estou muito de acordo com o que o meu pai disse, mas tenho orgulho por ser meu pai. Ao menos deu a cara. Jorge Jesus também não gosta, apesar de serem amigos, quase irmãos, das alarvidades de Octávio Machado, Rui Santos e João Bonzinho. Tenho a certeza que não se revê nas alarvidades e mentiras", comentou o líder dos verdes e brancos.