Bruno de Carvalho: «Europa? Não se pode pedir um super milagre»

Presidente do Sporting lembra que "reafirmação europeia" não é um processo fácil

• Foto: Manuel Azevedo

Bruno de Carvalho salientou a evolução do Sporting desde que chegou ao comando do clube, nomeadamente a transição de um clube que não lutava por títulos para um que os disputa até ao fim. Ainda assim, e questionado sobre a capacidade dos leões em assumirem-se também como um emblema que lute por troféus na Europa, o presidente verde e branco pediu algum tempo.

"As ambições do Sporting em termos europeus passam pela reafirmação enquanto clube de dimensão europeia. O que foi a nossa campanha na Europa esta época faz-me lembrar o que foi a campanha contra o Jesus em termos de aproveitamento da Academia: as pessoas tentam colar rótulos. O primeiro resolveu-se, o segundo será resolvido com tempo. O que se tem feito de há três anos para cá pode ser considerado um milagre, pois ninguém imaginava os resultados magníficos a nível desportivo e financeiro que temos tido. Mas não se pode pedir um super milagre. Não podemos passar de uma equipa que não lutava pelo título para, de repente, uma que é campeã e vai à final da Liga dos Campeões. A nossa campanha europeia não foi assim tão descabida", afirmou Bruno de Carvalho, numa entrevista à TSF.

"As pessoas esquecem-se de onde viemos, nem íamos à Liga dos Campeões, agora vamos e lutamos pelo título. O Sporting à frente do FC Porto sem ser campeão... não me lembro nos últimos 20, 30 anos. Temos de ir com calma. Um jogo europeu exige outra preparação e mentalidade e nós nem estávamos habituados a ir à Champions. Super milagres só para Deus e Jesus, mas não este", ironizou.

Por João Socorro Viegas
49
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.