Bruno de Carvalho: «Já não estamos numa política de deixar sair os seus ativos»

Rejeita pôr em xequer objetivos desportivos no futebol

• Foto: Miguel Barreira

Bruno de Carvalho aponta para uma nova etapa no clube, no que respeita à equipa profissional de futebol. O presidente do Sporting garante que os leões não precisam de abrir mão dos jogadores pondo em causa os objetivos desportivos.

"A consolidação dos nossos atletas formados em Alcochete tem sido muito boa. Os jogadores sentem-se mais calmos e seguros. O Sporting já não está numa política de deixar sair os seus ativos, primeiro de qualquer forma e depois negligenciando os nossos objetivos, que é ser campeão. São três anos muito complicados mas prazerosos", referiu em entrevista à Sporting TV, esta quinta-feira, onde estabeleceu um resumo daquilo que foram os primeiros três anos de mandato. O novo pavilhão é um dos grandes objetivos em mente.

"Estamos num local emblemático e que era um objetivo desta direção. Vamos conseguir completá-lo, é o que está previsto para março, e é das coisas mais importantes porque se nota a alegria nos sportinguistas. Acho que se tem conseguido várias coisas muito importantes para o clube, começando pela sustentabilidade financeira. Foi muito importante num primeiro passo. A reestruturação, que é diferente, foi uma negociação de um documento. É o nosso dia a dia que depois vai determinando a nossa sustentabilidade. Quando entrámos houve necessidade de fazer cortes nas modalidades mas depois investimos e vamos continuar a fazê-lo na próxima época. No ciclismo estamos em cada prova a ser a melhor equipa portuguesa. Queremos vencer a Volta a Portugal. O clube de Ciclismo de Tavira tem sido um parceiro tremendo."

Objetivos

Bruno de Carvalho fixou depois os objetivos desportivos dos próximos anos. "Esta direção tem dois objetivos desportivos: sermos campeões de forma regular no futebol e a conquista de títulos europeus ao nível do clube. Isso já começou, com a Taça CERS. A maior parte dos jogadores com quem renovámos não tinha contratos a acabar. Apenas alguns mais próximos, como o Adrien ou o Rui. Contamos com os jogadores de forma segura e para conquistar títulos de forma regular. Não estamos a fazer renovações para ficar com maior fatia dos passes [para posterior venda]."

Por João Socorro Viegas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas