Record

Bruno de Carvalho: «Não estamos para ser os reis do lucro»

Presidente justifica investimento no plantel

• Foto: Pedro Ferreira
O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, afirmou hoje que os 'leões' investiram esta temporada para lutar pelo título, depois de nos últimos três anos ter diminuído o passivo do clube e ter duplicado as receitas do clube.

Durante uma conferência sobre "O Futebol e o Dinheiro", na Universidade Nova de Lisboa e em que Bruno Carvalho foi orador, o presidente do Sporting explicou a restruturação financeira que fez desde que chegou aos 'verde e brancos'.

"Quando chegámos, tínhamos o maior passivo da SAD com um diferencial para o FC Porto de quase o dobro e, em dezembro de 2015, revertemos completamente. Dos três clubes, somos os que temos o passivo mais baixo. Temos de antecipar cenários e o que aconteceu em três anos foi uma reviravolta grande. Estamos focados no que queríamos e nos caminhos para o atingir", afirmou.

O líder dos 'leões' apresentou números que comprovam essa evolução nas contas do clube de Alvalade e falou do aumento do número de sócios.

"Quando chegámos o Sporting, tinha receitas na casa dos 45 milhões [de euros]. Neste momento, temos cerca de 86 milhões. Tínhamos o gasto operacional de cerca de 80 milhões, agora temos 63. Estes são resultados de políticas, de tomadas de decisões diárias. O Sporting conseguiu. Entraram cerca de 40 mil novos sócios, o que fez com o que Sporting entrasse no 'top 10' dos clubes com mais sócios. Temos dos clubes com mais sócios do mundo e este é o caminho de identificação com o clube", disse.

O dirigente explicou que, ao longo dos três anos de mandato, foram reduzidos "50 por cento dos custos do Sporting".

"Quando cheguei ao Sporting tinha três diretores financeiros, curioso para um prejuízo de 100 milhões. Reduzimos 50 por cento dos custos do Sporting. Entrei no Sporting e a equipa acabou em sétimo lugar, não foi à Europa e, mesmo assim, reduzimos os custos para metade, aumentámos as receitas. No ano a seguir, ficámos em segundo e ainda tivemos lucro de milhões. Havia necessidade de fazer a restruturação financeira. Consegui negociar coisas que o banco central [europeu] agora não deixa. O 'timming' foi importante e soubemos aproveitar", sublinhou.

Depois dessa "reestruturação", Bruno de Carvalho justificou o investimento no plantel de futebol como necessário pela luta pelo título.

"Ganhámos dinheiro, aumentámos receitas, associados e agora fizemos uma aposta. Não estamos no Sporting para ser os reis do lucro, mas sim para conquistar títulos em todas as modalidades. Investimos forte, aumentámos os custos salariais pois temos de ter os melhores", reiterou.
Por Lusa
11
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas