Bruno de Carvalho: «Se quiser confrontar uma equipa não preciso de 50 marrecos, basto eu e o balneário vai pelo ar»

Ex-presidente do Sporting nega ter incentivado o ataque ao plantel em Alcochete

• Foto: Lusa

Bruno de Carvalho foi um dos convidados do '5 para a meia noite' da RTP, esta quinta-feira, onde negou ter incitado aos ataques ao plantel do Sporting em Alcochete, em maio, frisando que nunca seria capaz de tal coisa.

"Jamais em tempo algum, pela minha personalidade, nem de forma direta ou indireta, criaria qualquer problema a um jogador. As pessoas conhecem-me um pouco mal. Se quiser confrontar uma equipa não preciso de 50 marrecos com capuz, basto eu e o balneário vai todo ao ar", começou por dizer o antigo presidente leonino, mostrando-se perplexo com a forma violenta como é abordada na rua, inclusivamente quando está com a família. 

"As pessoas esquecem-se que estão a falar de um ser humano. As pessoas acham que os presidentes são coisas estéreis, mas as pessoas têm de ter algum cuidado. Dizem-me coisas desagradáveis quando estou com a minha família. Compreendia se estivesse sozinho. Mas com a família, começarem com uma violência verbal... sou amante do 25 de abril mas o 26 foi um horror. Transformou-nos num país estranho e o Sporting é o paralelismo do país."

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.