Bruno de Carvalho só irá à AG que votará recurso da expulsão de sócio mediante estas "condições"

Ex-líder frisa que na Assembleia Geral em que foi destituído reinou a "ditadura pura"

• Foto: Tiago Sousa Dias

Bruno de Carvalho anunciou que só irá à Assembleia Geral que votará o recurso da sua expulsão de sócio mediante um conjunto de "condições", já entregues pelo ex-presidente, "em carta", ao Sporting.

"Irei se não abrirem as urnas antes de começar a discussão e se os visados puderem falar mais do que três minutos, talvez entre 15 ou 20 para que possamos falar do que se está a passar. E muito menos aceitarei ir a uma AG em que, enquanto estou a falar, as pessoas já estão a votar", sublinhou, no 'podcast' Sporting160, vincando que na Assembleia Geral em que foi destituído reinou a "ditadura pura".

"Diziam que tanto eu como a minha direção podíamos ir e usar da palavra. Pois bem, nós fomos e não nos deixaram falar. Se for uma AG democrática e com regras bem definidas, tenciono ir", atirou, recusando, de momento, ter como plano regressar à presidência dos verdes e brancos.

"Voltar ao Sporting? Neste momento eu diria que não, porque isto tudo marca. A ingratidão deve ser dos sentimentos piores, ao nível da deslealdade. Mas não posso dizer nunca", rematou.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.