Bruno de Carvalho: «Sporting era quem tinha antes mais dívida e agora é o que tem menos»

Presidente garante estabilidade financeira do clube

• Foto: Duarte Roriz

Bruno de Carvalho abordou a dívida à banca que, segundo o líder verde e branco, está controlada e está "muito mais diminuída" do que antes.

"Tenho lido que se tem trilhado um caminho e que falta independência da banca. Temos uma dívida bancária, já muito mais diminuída mas que existe. Mas isso não significa estar dependente da banca. Neste momento até já pagámos mais do que estava previsto. Não temos tido apoio adicional. Há uma série de atos que vão sendo feitos ao longo do tempo mas isso não significa alterações. AS VMOC's e aumentos de capital estão planeados. Há quem use estes 17 milhões [respeitante ao relatório enviado à CMVM]. Não precisamos de apoio nenhum", começou por frisar à Sporting TV, recordando a "derrota" em tribunal no caso Doyen, face ao diferendo relativo à transferência de Marcos Rojo para o Manchester United.

"Isto reflete a primeira decisão da Doyen e logo aí estão 14 milhões. Já colocámos o recurso e esperamos que se faça justiça. Mesmo sem os 12 milhões da Champions, estamos a falar de uma recuperação de oito milhões. Antes de começarmos a próxima época tudo estará resolvido. O Sporting não tem nenhuma dependência da banca. Apenas o pagamento de uma dívida que herdou. Temos apresentado lucros sucessivos mas quando somos afastados daquela forma da Champions tem que se arranjar soluções e conseguimos. Isto pode inverter-se de um momento para o outro. Mas qualquer pessoa que veja o relatório vê que antes o Sporting era quem mais dívida tinha e agora o que tem menos. O Sporting vai manter a sua equipa, na sua base"

Por João Socorro Viegas
8
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas