Bruno de Carvalho: «Vender? Seria hipócrita dizer que rejeitamos todas as oportunidades»

Confirma assédio a João Mário, William, Adrien e Patrício

• Foto: Filipe Farinha

Bruno de Carvalho voltou a frisar esta quinta-feira que o Sporting não precisa de vender jogadores mas salientou que, perante um eventual bom negócio, os leões estarão disponíveis para conversar.

"O Sporting, tendo em conta aquilo que são as suas contas, não necessita [de vender] e isso é bom. Mas não nos podemos esquecer que somos um clube, que os clubes vivem de resultados desportivos e desenvolvimento. Isso pressupõe a formação de jogadores, venda e compra. Isso é a normalidade dentro de um clube. A necessidade não existe, por isso não estamos dispostos a deixar sair jogadores com relativa facilidade, como no passado. Mas estamos no mercado, nunca podemos dizer a 100 por cento que não faremos, porque há negócios que vão surgindo. Os sportinguistas têm essa noção. É bom manter os nossos jogadores, mas como clube que é, se surgir um bom negócio, se isso não colocar em causa os nossos objetivos desportivos, o Sporting tem que estar disponível para ouvir, quando as coisas são relevantes e com interesses. Não temos necessidade, mas normalmente é quando não há necessidade que se fazem bons negócios", explicou à Sporting TV.

O presidente alertou mesmo que não pode deixar uma palavra definitiva sobre o assunto: "Seria hipócrita se dissesse que o Sporting irá rejeitar todas as oportunidades. Se houver propostas que sejam aliciantes para o clube, estamos dispostos a ouvir, porque é assim que se gere um clube. Claro que sem colocar em causa os nossos objetivos desportivos. Têmo-lo feito com muito trabalho".

"Temos que entender que os clubes não são para eternizar os seus jogadores, já lá vai o tempo em que passavam a vida inteira nos clubes. Não vivemos fechados, isolados. É o tal equilíbrio, gestão de expectativas, quer dos sócios e adeptos, que bem merrcem ser feluizes, o balanço das expectativas de dirigentes que querem colocar o clube na rota das conquistas e a expectativa dos atletas. Fazêmo-lo com ponderação, mas o mercado está aí, vamos ver o que acontece até ao final. O que posso dizer é que nunca estaremos dispostos a colocar em causa os nossos objetivos", garantiu Bruno de Carvalho.

Campeões europeus assediados

Os jogadores que mais cobiça despertam na Europa são os quatro campeões europeus Rui Patrício, William Carvalho, Adrien e João Mário. O presidente admite a cobiça mas encara-a como um sinal positivo.

"É uma realidade e é normal. Estamos a falar de quatro jogadores de grande qualidade, já eram assediados antes. Depois do Euro as luzes viraram-se mais para eles. É normal, são campeões europeus, excelentes jogadores. É uma realidade com a qual o Sporting sabe lidar. Li um artigo que diz que o plantel do Sporting é o mais valioso. Ver reconhecido o valor dos jogadores do Sporting dá-me prazer. Fazia-me confusão, como sócio e adepto, que o plantel do Sporting, daquilo que se lia na opinião pública, não fosse valorizado, que os jogadores não tinham qualidade, as exibições eram fracas... Neste momento as coisas alteraram-se, fruto de um trabalho intenso que se tem feito. É normal que esses jogadores - não só esses - sejam jogadores que qualquer clube gostaria de ter. Mas quem os tem é o Sporting e estamos muito felizes por isso. Queremos que continue assim, vamos começar o campeonato e o nosso raciocínio é cumprir os objetivos desportivos. Estamos orgulhosos, mas focados nos nossos objetivos", concluiu.

Por António Bernardino e Luís Miroto Simões
12
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0