Bruno Fernandes e o temperamento de Acuña: «Ele vive disto»

Capitão do Sporting diz que esta é a maneira de ser do argentino

• Foto: Filipe Farinha

Bruno Fernandes falou do temperamento mais quente de Marcos Acuña, explicando que faz parte da personalidade do internacional argentino. À Sport TV, o médio do Sporting elogiou ainda Marcel Keizer.

- Temperamento de Acuña?

"Já tivemos várias vezes esta conversa, o treinador falou com os capitães. Foi o que lhe disse, se tirarmos isto ao Acuña é tirar-lhe tudo. Ele vive disto. É aquela alma, coração, crer e vontade que faz dele um jogador diferente. Às vezes exagera, mas é do calor do jogo, eu próprio reclamo muito mas é com o calor do jogo. Desde muito novo, mesmo na formação, todos me reconheciam por ser um jogador chato, sempre a falar e reclamar. E com os meus companheiros só reclamo quando sei que conseguem fazer mais, não com um que sei que não tem capacidade para fazer melhor do que fez naquele momento. Já tive esta conversa várias vezes, principalmente com o Raphinha, 'se estou a reclamar contigo é porque sei que consegues fazer melhor'. Se for outro na tua posição se calhar não vou dizer nada porque sei que não tem qualidade para fazer mais, mas tu tens para fazer mais e melhor. Se achar que for uma falta de concentração, sempre que errares, ou por outro motivo, vais ter de levar comigo."

- Virtudes de Keizer?

"Acho que o que ele passa a mensagem, é sempre uma positiva. É um treinador muito positivo, que dá muita liberdade aos jogadores. Não em demasia, mas dá para o jogador se sentir tranquilo quando entra em campo. Houve um período menos bom da nossa parte, nada teve a ver com o treinador. Após um período muito bom tivemos um menos bom e ressentimo-nos. Foi depois da derrota em Guimarães. Depois há a pausa para o Natal e essas coisas todas. Voltámos e jogámos para a Taça na Feira e tivemos uma boa vitória, depois o empate com o Setúbal e a derrota com o Tondela. Esse período mexeu muito connosco. Mas as ideias do míster e a motivação que nos deu foi sempre a mesma.  Foi um bocadinho receio nosso. Acabámos por ficar muito longe do primeiro lugar, o que acabou por nos dar alguma pressão a mais do que já é normal, sabendo que para jogar no Sporting temos de ter a pressão para ganhar sempre e estar na frente. É um míster que passa uma mensagem muito positiva, que gosta de jogar, o que é bom para qualquer jogador que gosta de ter bola. Chegou e passou essa mensagem. Os exercícios eram com bola, jogos movimentados e curtos. Deu uma dinâmica diferente. É mais fácil ter o primeiro impacto e depois mantê-lo é mais difícil. Tivemos um período muito bom, um menos positivo e estamos a voltar a um muito bom com sete vitórias seguidas."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.