Bruno Fernandes: «O filme da minha vida é 'O Rei Leão'»

Médio do Sporting identifica-se com a luta do pequeno Simba

Bruno Fernandes concedeu uma entrevista à TVI, em família, onde falou da infância, da paixão pelo futebol e de um filme de animação que ainda o hoje o marca - 'O Rei Leão'. 

"Gosto de ver futebol, vejo os jogos todos. Aos domingos, das 3 às 10 da noite a televisão é minha", contou o médio do Sporting, que também gosta de séries, paixão que divide com a mulher, Ana. "Normalmente vemos as séries juntos."

Mas quando inquirido sobre o filme da sua vida, foi com entusiasmo que Bruno Fernandes falou sobre o Rei Leão. "O filme da minha vida, e um dos que mais gosto, é 'O Rei Leão'. Desde pequeno ganhei uma paixão por aquele filme. Estou ansioso porque sei que vai haver um novo filme... Retrata um filho que tem de fazer pela vida após uma desgraça e praticamente sozinho tem de conquistar o que é seu por direito - o trono de rei da selva. A história do futebol é um bocadinho assim, sozinho tenho de conquistar o máximo que conseguir, é essa história que me entusiasma."

O médio leonino falou também dos tempos de escola, em que os livros não eram propriamente o seu maior foco. "É muito difícil dizer o que faria se não fosse futebolista, talvez estivesse ligado ao desporto. A escola para mim infelizmente nunca foi uma prioridade, a minha prioridade sempre foi a bola. Desde miúdo que a minha mãe me diz que os estudos passaram-me sempre ao lado... A bola vinha sempre primeiro, saía de casa com a bola na mão e ia para os intervalos a correr para não perder o campo - tínhamos três campos de futebol e quem chegasse primeiro ficava com ele...", recorda.

O jogador lembrou também o vídeo que partilhou nas redes sociais em que a filha, a pequena Matilde, lhe dizia que devia ter marcado dois golos ao Benfica, na meia-final da Taça de Portugal. "Antes dos jogos ligo sempre para a Ana, gosto de falar com a Matilde porque o beijinho que ela me manda é sempre importante. Nesse jogo ela disse 'dois, dois golos'. Eu respondi-lhe 'o pai vai marcar dois golos'. Depois do jogo, no parque de estacionamento perguntei-lhe se tinha visto o golo do pai e ela disse 'foi um, eram dois'. Achei aquilo engraçado, o facto de ela se lembrar do que me tinha dito. Cheguei a casa fizemos o vídeo."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.