Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Candidato a 'vice' de Bruno de Carvalho arrasou-o no Facebook e não foi só uma vez

Luís Paulo Rodrigues integra a lista do ex-presidente

Luis Paulo Rodrigues é candidato ao Sporting na lista de Bruno de Carvalho
Luis Paulo Rodrigues é candidato ao Sporting na lista de Bruno de Carvalho
Luis Paulo Rodrigues é candidato ao Sporting na lista de Bruno de Carvalho
Luis Paulo Rodrigues é candidato ao Sporting na lista de Bruno de Carvalho
Luis Paulo Rodrigues é candidato ao Sporting na lista de Bruno de Carvalho
Luis Paulo Rodrigues é candidato ao Sporting na lista de Bruno de Carvalho
Luis Paulo Rodrigues é candidato ao Sporting na lista de Bruno de Carvalho
Luis Paulo Rodrigues é candidato ao Sporting na lista de Bruno de Carvalho
Luis Paulo Rodrigues é candidato ao Sporting na lista de Bruno de Carvalho

Não foi há um ano, não foi há seis meses, não foi sequer há um mês. Há 21 dias, a 21 de junho, Luís Paulo Rodrigues escrevia no seu Facebook: "Vi agora que o presidente suspenso do Sporting Clube de Portugal desamigou-me aqui no Facebook. Sou, portanto, um sportinguista livre".

Esta quarta-feira, o consultor de comunicação foi apresentado pelo seu ex (?) amigo nas redes sociais como candidato a vice presidente do Sporting, precisamente com o pelouro da comunicação. 

Mas os exemplos que constam no Facebook de Luís Paulo Rodrigues não se ficam por aqui. A 14 de junho, o candidato escrevia, a propósito da rescisão de Rafael Leão: "Se ainda houver uma réstia de bom senso na cabeça de Bruno de Carvalho, terá que apresentar hoje a sua demissão. A rescisão de Rafael Leão é um rude golpe na formação do Sporting. É preciso estancar esta loucura e convocar eleições no mais curto espaço de tempo".

Antes, a 9 de junho, o consultor de comunicação destacava uma entrevista sua em que dizia "Bruno de Carvalho não soube gerir os silêncios". Uma arte que Luís Paulo Rodrigues parece também não dominar, como se vê pela mensagem publicada a 15 de maio, após o ataque em Alcochete:

"Estou muito desiludido com a gestão esquizofrénica e errática do Presidente Bruno de Carvalho, que tem de pedir a demissão imediatamente em função do descontrolo das últimas semanas e da extrema gravidade do que aconteceu na Academia. Escrevo publicamente sobre o meu clube há mais de dez anos. Fui entusiasta da gestão de Bruno de Carvalho desde a primeira hora. Estou em estado de choque".

Há ainda mais um exemplo, publicado a 14 de maio, quando Rodrigues aborda a confusão instalada no clube após o ataque: "Bruno de Carvalho bem tinha avisado, nas páginas do "Expresso", que a sua estratégia de comunicação, que terá aprendido com o seu tio-avô Pinheiro de Azevedo, passa por dar de si a imagem de um maluco. E hoje a sua estratégia parece ter sido bem sucedida. De tal modo que o Sporting já parece um manicómio"

Candidato assume tudo o que escreve

Apanhado em tão flagrantes contradições, Luís Paulo Rodrigues não desarma. Usando uma tática tão cara ao candidato que agora apoia, transforma rapidamente as suas fraquezas em armas de contra-ataque. Esta quinta-feira, o especialista em comunicação veio ao Facebook justificar ter aceite o convite para integrar a lista de Bruno. Mas só se refere ao post em que anunciou que  Carvalho o "desamigou", ignorando as mensagens anteriores:

"Aceitei com muita honra e entusiasmo integrar a candidatura de Bruno de Carvalho, como candidato a vice-presidente com a tutela da comunicação, porque sou, acima de tudo, leal ao Sporting Clube de Portugal. 

Foi por ser leal ao Sporting que, no âmbito da minha intervenção pública, disse o que pensava sobre os acontecimentos que abalaram a instituição. Em função disso, Bruno de Carvalho decidiu deixar de contar comigo na sua lista de amigos no Facebook. 

Dei conta disso no meu mural, porque sou genuíno e transparente. 
Há alguns dias, quando Bruno de Carvalho me convidou para integrar a sua lista, para tutelar uma área em que trabalho há mais de 30 anos, não poderia dizer que não. Porque senti que Bruno de Carvalho estava, também, a ser leal ao Sporting Clube de Portugal e a um projeto iniciado em 2013 que transforme o clube fundado por José Alvalade numa instituição forte, plural e independente" 

E concluiu: "portanto, não há contradição nenhuma, nem nenhuma cambalhota. 
Mas voltando à brigada digital da malidecência, fiquem sossegados: sou honesto e assumo tudo o que escrevo. Porque tudo tem um contexto. Por isso, não elimino o post".



Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M