Carrillo jogou 40 minutos e evitou o contacto físico

No encontro de juniores com o Pinhalnovense

• Foto: Miguel Barreira

A treinar-se há sensivelmente um mês na Academia de Alcochete para manter a forma, André Carrillo participou terça-feira num particular realizado entre a equipa de juniores do Sporting e o Pinhalnovense na Academia de Alcochete.

Ao que Record conseguiu apurar, o extremo peruano, de 24 anos, estava a treinar-se no mesmo relvado e pediu ao técnico Tiago Fernandes para jogar. Este acedeu e Carrillo entrou na segunda parte do encontro, tendo realizado um total de 40 minutos, tendo feito a assistência para o único golo do treino, que os leõezinhos venceram por 1-0.

Esta é, assim, a primeira vez que o futuro jogador do Benfica tem alguns minutos em competição desde que o Sporting lhe comunicou que teria de se apresentar na Academia, isto depois de lhe ter levantando o impedimento de frequentar as instalações do clube. O impedimento surgiu na sequência do processo disciplinar que foi instaurado ao jogador em outubro e do qual ainda não são conhecidas as conclusões.

Precaução durante a partida

Comprometido com o Benfica a partir de 1 de julho e até ao final da temporada 2020/21, a atuação de Carrillo frente ao Pinhalnovense pressupôs algumas precauções em torno do internacional peruano: primeiro, pelo facto de o reduto do emblema da AF Setúbal ter um relvado sintético; depois, pelos problemas físicos com que o extremo se deparou até há semanas. Carrillo tentou sempre evitar jogadas mais impetuosas e em que tivesse de ir ‘ao choque’.

Permissão por não ser oficial

Ao que o nosso jornal conseguiu apurar, não existe qualquer impedimento na utilização de André Carrillo numa equipa de escalões de formação, neste caso os juniores do Sporting. Apesar de (ainda) estar vinculado aos leões por um contrato profissional, o facto de este encontro ter um caráter particular e não oficial não levanta qualquer problema neste sentido.

À parte desta situação, o internacional peruano continuará a fazer a sua rotina normal desde que voltou a frequentar a Academia de Alcochete. Treina-se para manter a forma física, acompanhado por um preparador físico disponibilizado pelo Sporting mas que nada tem a ver com o futebol. Tem acesso a um quarto, onde pode descansar, e à zona de refeições. Ainda assim, está a exercitar-se longe da equipa principal, ou seja, dentro dos muros de Alcochete não tem qualquer contacto com o grupo com o qual iniciou a presente temporada.

Até terminar a relação que tem com o Sporting – que pode ser encurtada com a presença na Copa América – assim continuará a ser o dia-a-dia do extremo. Ontem participou num particular mas só para alimentar a normal necessidade de competir.

Por Alexandre Moita,Miguel Belo e Vítor Almeida Gonçalves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.