Caso Jeffren transita

Leões pedem 4 milhões

A ação intentada pelos leões contra a administração de Luís Godinho Lopes, em outubro de 2014, transitou do Tribunal Cível para o do Comércio, onde vai ser julgada. Na prática, o processo do Sporting contra o ex-presidente, e no qual estão ainda implicados Luís Duque, Carlos Freitas e Nobre Guedes, passa a ser apreciado por um júri especializado em matéria comercial, que também só poderá pronunciar-se de um ponto de vista indemnizatório.

Ora, nesse particular o Sporting pede mais de 4 milhões de euros relativos à transferência de Jeffren, por considerar que a administração de Godinho Lopes foi negligente quando contratou o jogador. Os leões sustentam a tese alegando que Jeffren, que na altura chegou do Barcelona, não se encontrava em condições de assinar contrato, dado não ter efetuado os habituais e indispensáveis exames médicos. Sobre esse aspeto em concreto, a SAD do Sporting considera ainda que a transferência de Jeffren foi feita à revelia do departamento médico, que desaconselhou a contratação do jogador sem que o mesmo fosse sujeito a rigorosos testes. A administração de Bruno de Carvalho entende assim que os visados violaram culposamente os deveres de diligência e cuidado a que estavam obrigados e que, com isso, causaram à SAD do Sporting um prejuízo.

Por Alexandre Carvalho
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.